MENU

Dinamarca desencanta, vence de virada e elimina Camarões da Copa

Dinamarca desencanta, vence de virada e elimina Camarões da Copa

Atualizado: Sábado, 19 Junho de 2010 as 5:25

Lances de efeito, craques em alta e uma dose cavalar de emoção. Tudo o que faltou para Camarões e Dinamarca na estreia da Copa do Mundo apareceu neste sábado. Em uma partida com cara de decisão, a seleção escandinava levou a melhor e conquistou a vitória por 2 a 1, de virada, em Pretória. Com isso, se manteve na briga por uma vaga na próxima fase e de quebra eliminou a seleção africana do Mundial.

O resultado também confirmou a Holanda como a primeira classificada para as oitavas de final da Copa do Mundo. Já o Japão decide a outra vaga em disputa no grupo E com a Dinamarca na última rodada. Vale lembrar que os asiáticos terão a vantagem do empate.

Além de entrar em campo pressionada pela derrota na estreia, a seleção camaronesa passou a semana lidando com uma série de conturbações ligadas ao técnico Paul Le Guen. O francês foi acusado pelos jogadores de deixá-los fora de posição e ainda foi cobrado a mudar algumas peças do time. Dito e feito. Não só o treinador escalou a seleção no 4-4-2, com Eto’o centralizado, como promoveu as entradas de Geremi e Alex Song.

A Dinamarca não fez por menos e também entrou em campo renovada. O comandante Morten Olsen optou por um esquema mais tradicional, com dois homens de frente, além de escalar Gronkjaer e Tomasson, recuperado de lesão. Como resultado, as duas equipes mostraram evolução e protagonizaram uma partida eletrizante.

Assim como prometeram, os camaroneses começaram o duelo no ataque. E nem precisaram insistir muito para acabar com a seca de gols. Logo aos 10 minutos, Eto’o mostrou oportunismo dentro da área e não perdoou. Sua comemoração mostrou bem o sentimento do jogador e do restante da equipe: ele "lavou a alma"em uma cena de desabafo.

Na frente do placar, os Leões Indomáveis continuaram pressionando. Mas também se esqueceram da marcação. Melhor para a outra estrela do jogo, o centroavante Bendtner, que deixou tudo igual aos 33min depois de falha da defesa adversária. Após uma série de oportunidades para os dois lados, os dois rivais abusaram dos erros nas finalizações e tiveram que se contentar com o empate até o intervalo.

No início da etapa final, Camarões manteve a empolgação e seguiu pressionando. Mas isso não impediu a Dinamarca de criar bons lances nos contra-ataques. E foi assim que os escandinavos chegaram ao segundo gol. Aos 16min, Rommedahl aproveitou nova falha da defesa adversária pela esquerda e selou a virada.

A partir daí, o time africano foi todo para frente na base do desespero. Tentou por baixo, pelo alto e até criou outras chances. Mas nada disso foi suficiente para furar o bloqueio nórdico, que segurou o resultado até o fim.   fonte:uol.com.br

veja também