MENU

Diretoria contraria Antônio Carlos e veta reformulação no Palmeiras

Diretoria contraria Antônio Carlos e veta reformulação no Palmeiras

Atualizado: Quinta-feira, 13 Maio de 2010 as 12:03

Um time com cara nova. Foi isso o que técnico Antônio Carlos anunciou para o Palmeiras depois da Copa do Mundo, com a promessa de mudanças profundas no elenco. Mas agora a diretoria alviverde já trabalha com um discurso bem diferente. Na contramão do treinador, os dirigentes vetam a chance de reformulação e estudam apenas a chegada de alguns reforços para fortalecer a equipe.

"A palavra reformulação é muito forte e não reflete o que vai acontecer. Ela indica uma substituição grande no elenco e não será assim. Vamos apenas trazer alguns jogadores e se alguém tiver que sair, será só se recebermos alguma proposta e ainda não recebemos nada até o momento", afirmou o vice-presidente de futebol, Gilberto Cipullo.

Na semana passada, Antônio Carlos pediu paciência à torcida e afirmou que havia recebidos garantias dos dirigentes que o Palmeiras teria grandes mudanças na equipe. Não só isso, como o comandante alviverde chegou a pedir paciência aos aficionados até o início da Copa do Mundo, período em que o clube ficaria sem os reforços.

"Vamos realizar um trabalho de renovação trazendo alguns jogadores. Desde a minha chegada só vieram dois atletas [Marcos Assunção e Leandro Amaro] e é importante qualificar a equipe. Vamos conquistar o máximo de pontos possíveis nesses sete jogos [antes da Copa] para depois ficarmos com uma equipe mais competitiva", afirmou Zago.

Mas ao contrário do que esperava o treinador, essa renovação está longe de acontecer. À espera de uma resposta do lateral-esquerdo Carlinhos, que deve sair nesta quinta, a diretoria trabalha para anunciar cerca de três outros jogadores para a disputa do Campeonato Brasileiro.

Entre eles, o principal nome continua sendo o do chileno Valdivia, que será alvo de novas investidas do Palmeiras nos próximos meses. Além de um meia, a diretoria trabalha para contratar outros reforços que atuam fora do país, o que só poderá acontecer em agosto, quando abrem as janelas para inscrições de fora na Série A.

"Vamos trazer mais alguns jogadores, mas até esse momento não há nada. Será difícil qualquer novidade nesse momento. As novidades devem acontecer depois da Copa", completou Cipullo.

Por Rodrigo Farah

veja também