MENU

Diretoria nega, mas Cruzeiro estaria interessado em Ney Franco

Diretoria nega, mas Cruzeiro estaria interessado em Ney Franco

Atualizado: Sexta-feira, 4 Junho de 2010 as 1:28

Oficialmente, o Cruzeiro ainda não tem nenhum treinador à vista para substituir Adilson Batista, que pediu demissão após o empate com o Santos, na última quarta-feira, no Mineirão. Essa é a informação dos dirigentes cruzeirenses, que afirmaram que qualquer acordo ainda está longe de acontecer.

Porém, apesar das negativas da diretoria, o nome mais forte nos bastidores do Cruzeiro é mesmo o de Ney Franco. No Campeonato Brasileiro de 2004, o atual treinador do Coritiba passou pelo time mineiro como interino. Naquela época, Ney Franco era o treinador da equipe de juniores, que foi campeã da Taça BH da categoria.

Depois disso, Ney Franco passou por Ipatinga, Flamengo, Atlético-PR e Botafogo, até chegar ao Coritiba, onde está desde agosto do ano passado. Entretanto, o próprio treinador declarou que – por enquanto – não existe nenhum tipo de negociação com o Cruzeiro.

- Mantenho contato direto com o Zezé Perrella. Sei que ele admira meu trabalho. Deixei muitos amigos no Cruzeiro, fui criado na Toca da Raposa. Mas estou bem no Coritiba, tenho um projeto aqui. A equipe se recuperou bem nos últimos jogos da Série B e venceu os três últimos jogos. Não conversei com a diretoria do Cruzeiro, ninguém me procurou – disse Ney Franco.

Entretanto, o novo diretor de futebol do Cruzeiro, Dimas Fonseca, já havia dito que o clube iria atrás de um treinador que entendesse a importância de se aproveitar os jogadores criados na base. Como Ney Franco trabalhou vários anos nas divisões inferiores do Cruzeiro, ele se encaixaria perfeitamente no interesse do clube.

O discurso do presidente Zezé Perrella é de que o Cruzeiro tem interesse em contratar um treinador de ponta, acostumado a ganhar títulos e que não sentiria o peso de comandar a equipe celeste. Nomes como Luís Felipe Scolari e Abel Braga já surgiram na imprensa como possíveis contratações. Todavia, o alto salário pedido e os contratos em vigor com outros clubes inviabilizariam a eventual contratação.

No Rio de Janeiro, o técnico do Botafogo, Joel Santana, afirmou que recebeu uma proposta oficial do Cruzeiro, mas que a recusou e preferiu continuar no alvinegro carioca. Contra o Atlético-GO, neste domingo, no Serra Dourada, a equipe celeste será comandada pelo interino Emerson Ávila.

veja também