MENU

Dirigente critica parte da torcida: ?Gostaria que não fosse ao estádio?

Dirigente critica parte da torcida: ?Gostaria que não fosse ao estádio?

Atualizado: Sexta-feira, 10 Setembro de 2010 as 10:15

O clima de instabilidade criado no Fluminense parece mexer com todos setores que envolvem o futebol do clube. Depois de o departamento médico e Fred entrarem em conflito, foi a vez de a torcida ser repreendida pelo vice de futebol Alcides Antunes. Apesar da vitória por 3 a 1 sobre o Ceará, na última quarta-feira, no Engenhão, alguns tricolores vaiaram jogadores como o goleiro Fernando Henrique, o lateral-esquerdo Julio César e o volante Belletti e foram criticados pelo dirigente.

- O Fluminense terminou a rodada na quarta em primeiro lugar, com o maior número de vitórias (12), mais gols pró (35) e menos contra (17). Saldo de gols superior ao de todos (18). Maior número de pontos (41). E mesmo assim durante boa parte do jogo alguns torcedores vaiaram, principalmente, o Fernando Henrique. Quero dizer que o Fluminense precisa muito da torcida, mas a do ano passado, que abraçou o ônibus na final da Sul-Americana, livrou o time da Segunda Divisão. Quero aqueles que saem chorando quando o Fluminense perde, que não vão sem justificativa para vaiar. Sabemos que é a minoria que vaia e gostaria que esse tipo de torcedor não aparecesse no estádio.

Alcides Antunes contou que, após o jogo no Engenhão, o clima de abatimento tomou conta do vestiário devido às vaias.

- Nós ganhamos e o vestiário parecia um velório. (Os jogadores) Estavam insatisfeitos com razão. Se não vai para apoiar, não está satisfeito, fica em casa escutando no rádio.

Com este panorama, o Fluminense, líder do Nacional com 41 pontos, volta a campo no próximo sábado. O adversário é o Atlético-GO, no Serra Dourada, às 18h30m (horário de Brasília), pela 21ª rodada.

fonte: Globo

Postado por: Juliana Melo

veja também