MENU

Dirigente do Atlético de Madri, Luis Pereira enche a bola do garoto Lucas

Dirigente do Atlético de Madri, Luis Pereira enche a bola do garoto Lucas

Atualizado: Sexta-feira, 11 Março de 2011 as 4:16

A revelação foi feita pelo jornal espanhol "As" em sua edição desta quinta-feira. O Atlético de Madri, clube que terá Miranda a partir do mês de julho, quer também o meia Lucas, a joia da equipe do Morumbi. E, em conversa por telefone com a reportagem do Globoesporte.com, o ex-zagueiro Luís Pereira admitiu que está encantado com o garoto de 18 anos. O ex-jogador se destacou com as camisas do Palmeiras, no Brasil, e do Atlético, na Espanha, e hoje trabalha como presidente do time B do clube de Madri.     - Sem dúvida, é um craque. É um garoto que promete muito. O Atlético acompanha o Lucas faz tempo. Eu me lembro que fui pessoalmente acompanhar um jogo dele em 2009, e o técnico do São Paulo (base) era o Zé Sérgio. O menino jogou muita bola, realmente se destacou. Como o próprio jornal informou, é um alvo, mas o clube ainda não fez proposta – disse o ex-jogador.

O jogo a que Luís Pereira se refere aconteceu no dia 6 de junho de 2009, válido pelo Campeonato Mundial Sub-18. O Tricolor goleou o Atlético de Madri por 4 a 0, com dois gols de Henrique (hoje no time profissional) e dois de Marcelinho, nome usado por Lucas até o ano passado. Ele entrou no segundo tempo na vaga do atacante Diego. Naquela ocasião, a equipe atuou com: Richard; Acácio, Fabiano, Bruno Uvini e Felipe; Casemiro, José Vitor (Dener) e Jefferson (Lucas Mendes); Lucas Gaúcho, Henrique e Diego (Marcelinho). Na semifinal, o Tricolor acabou eliminado da competição pelo Barcelona.

Apesar de morar na Espanha, Luis Pereira acompanha com atenção o futebol brasileiro. Quando o clube espanhol se interessa por algum jogador do país, ele imediatamente é consultado. Isso aconteceu com Elias, que deixou o Corinthians no final do ano passado, e com Miranda, que se despedirá do Tricolor após a Copa do Brasil. Atualmente, o time não faz boa campanha, ocupando a sétima posição na tabela do nacional, com 38 pontos, 36 a menos que o líder Barcelona. Se o campeonato acabasse hoje, a equipe não se classificaria nem para a Liga dos Campeões e nem para a Liga da Uefa.     - Eu vejo tudo que acontece no Brasil. Ontem (quarta), por exemplo, o Palmeiras ganhou de virada do Noroeste e o Corinthians perdeu para a Ponte Preta. Hoje, o São Paulo, comandado pelo Carpegiani, vai a campo. Não perco nada – lembrou.

Luis Pereira disse que as conversas poderão se intensificar no momento oportuno.

- Agora não é hora. O campeonato ainda está no seu andamento e não seria interessante falar de reforços porque os jogadores do grupo atual poderiam se sentir menosprezados. No momento certo, o presidente do Atlético vai tratar desse assunto. Mas tenha certeza de que não só o Atlético, como vários outros times da Europa querem o Lucas – assegurou o dirigente.

Vale lembrar que a multa rescisória para tirar o garoto do Morumbi é de € 80 milhões (R$ 183 milhões). Lucas tem contrato com o São Paulo até 2015.      

veja também