MENU

Dirigente do Atlético de Madri nega conversas por Forlán e De Gea

Dirigente do Atlético de Madri nega conversas por Forlán e De Gea

Atualizado: Terça-feira, 15 Março de 2011 as 3:38

Cansado com os rumores sobre ofertas pelo atacante Diego Forlán e pelo goleiro De Gea, o presidente do Atlético de Madri, Enrique Cerezo, afirmou que até o momento não há conversas com nenhum clube pelos dois.

O dirigente foi irônico com a especulação de que o goleiro poderia ser o substituto do holandês Edwin van der Sar, do Manchester United, que se aposenta em maio, e diz que desconhece a possibilidade de que o uruguaio vá para o futebol italiano.

- Não me perguntaram nada sobre Forlán. Se na Itália falam dele, perguntem na Itália se eles tem alguma pista. De Gea? Pergunte ao Manchester, mas por De Gea, € 18 milhões (R$ 41 milhões), me parecem pouco - disse.

Desde o ano passado, o Manchester United coloca De Gea como um dos possíveis substitutos para o ídolo Van der Sar, que se retira dos gramados em maio. Nesta segunda-feira, o jornal "Daily Mail" afirmou que o clube poderia pagar € 15 milhões (R$ 34,8 milhões), menos que o valor comentado pelo dirigente do Atlético de Madri.

Para os ingleses, o jogador tem a idade como uma vantagem em relação aos outros nomes cogitados, como Júlio César, do Inter de Milão, Marteen Stekelenburg, do Ajax, e Manuel Neuer, do Schalke 04. De Gea tem apenas 20 anos. Além disso, a ideia de promover o reserva Anders Lindegaard não agrada a diretoria dos Reds.

Já Diego Forlán comentou nesta terça-feira que não descarta a possibilidade de atuar na Itália. No período de abertura da janela de transferência, em janeiro, Forlán despertou interesse de vários times do país. Destaque para o Inter de Milão do técnico brasileiro Leonardo, e o Juventus, que tenta reforços para a próxima temporada.

Mesmo assim, Cerezo comentou que se preocupa mais com a partida contra o Real Madrid do que com os rumores. - Três pontos seriam muito importantes tanto para nós, que queremos a vaga na Champions, quanto para eles, que estão jogando a vida no Campeonato Espanhol - comentou ao jornal "Marca".

O Atlético de Madri é o sétimo colocado no Espanhol, com 39 pontos, e encara o Real Madrid, vice-colocado com 70 pontos, no estádio Vicente Calderón, no sábado, 19 de março, às 18h (de Brasília).      

veja também