Disque-denúncia criado por torcedores não assusta os jogadores

Disque-denúncia criado por torcedores não assusta os jogadores

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 10:14

Na última semana, circulou pela internet um ‘comunicado’ de uma torcida organizada do Atlético-MG, criando uma espécie de ‘disque-denúncia’ contra os jogadores baladeiros. Com a vitória sobre o Goiás no meio de semana, o clima na Cidade do Galo se amenizou, mas os jogadores não escaparam de perguntas relacionadas ao tema.

- Isso é normal e, no momento que a gente está vivendo, é até complicado sair de casa. Eu, quando perco, tenho vergonha de sair na rua. Tenho certeza que eles não vão me ver na balada. E os meus companheiros também devem se conscientizar – disse o atacante Obina.

Já o zagueiro Réver disse que nem ficou sabendo do ‘movimento’, mas foi na mesma linha de Obina ao comentar a situação.

- Não fiquei sabendo de nada, mas o momento não é esse de ficar saindo para fazer festa. Temos que pensar na situação que nos encontramos. Além disso, tudo tem o momento certo na vida da gente. Temos que estar focados no nosso trabalho. Eu e minha família não temos ido ao shopping porque tenho vergonha de colocar o pé fora de casa. Assim que os resultados estiverem saindo, as coisas vão voltar ao normal e ninguém vai cobrar ninguém de estar saindo com amigos ou com a namorada.

Mesmo com as ressalvas, o atacante do Galo lembrou que os jogadores também têm uma vida particular.

- Mas no momento de folga, a gente também tem família e, às vezes, nossas esposas e filhos querem ir há algum lugar para jantar. Eles têm que saber que a gente tem família, e nossa vida particular também, mas claro, sem exageros.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições