MENU

Djokovic derrota qualifier, vai à semi e fica a uma vitória do topo

Djokovic derrota qualifier, vai à semi e fica a uma vitória do topo

Atualizado: Quarta-feira, 29 Junho de 2011 as 1:33

Mais uma vez, Novak Djokovic está a uma vitória de se tornar o número 1 do mundo. O sérvio de 24 anos encontrou problemas com o jogo versátil do qualifier Bernard Tomic, de 18 anos, mas mostrou-se mais estável na Quadra 1 e avançou, nesta quarta-feira, às semifinais do Torneio de Wimbledon. As parciais do jogo foram de 6/2, 3/6, 6/3 e 7/5.

Novak Djokovic comemora a última quebra do jogo sobre Bernard Tomic (Foto: Reuters)

  Em Roland Garros, há cerca de um mês, Nole também esteve a um triunfo de ultrapassar Rafael Nadal no ranking, mas acabou superado por Roger Federer. O adversário agora será outro. Do lado oposto da quadra estará o francês Jo-Wilfried Tsonga, 19 do mundo, que derrubou o suíço em um jogo de cinco sets na Quadra Central, também nesta quarta.

Nervos derrubam australiano

A diferença de nível entre os tenistas no começo do jogo ficou óbvia rapidamente. Sem forçar Djokovic, devolvia as bolas de Tomic e aguardava por erros do instável australiano. Já no primeiro game, o adolescente cometeu três erros não forçados e se complicou. Tomic ainda salvou três break points, mas não evitou a quebra no quarto, em que Djokovic acertou um ótimo voleio.

Nole seguiu mantendo seu saque ser ser ameaçado e ainda contou com dois erros não forçados de Tomic para quebrar novamente no sétimo game. No oitavo, o sérvio fez 6/2 e fechou o primeiro set.

Tomic assustou o sérvio no segundo set (Foto: agência Getty Images)

  A partida estava tão confortável para Djokovic que o sérvio começou o segundo set devagar, cometendo mais erros do que de costume. No quarto game, com um slice na rede seguido de uma dupla falta, o sérvio cedeu uma quebra e viu Tomic consolidar em seguida e abrir 4/1. O aussie ganhou confiança e, com 12 winners na parcial, passou a comandar os pontos.

O qualifier ainda perdeu dois break points no sexto game, mas manteve a dianteira. No oitavo, com uma bela direita na paralela, Tomic confirmou no terceiro set point e empatou o jogo com 6/2.

O australiano começou bem o terceiro set, com um belo contra-ataque e uma quebra no primeiro game. Djokovic parecia confuso, sem encontrar a estratégia certa, mas conseguiu se manter na partida até o bom momento do australiano acabar. A partir do quarto game, Tomic desandou a errar, cedendo uma quebra com quatro falhas não forçadas no sexto game.

No oitavo, mais três erros não forçados - incluindo uma dupla falta no break point - deram a vantagem decisiva para Nole. O sérvio fez 5/3 e sacou bem para fechar a parcial em 6/3.

Atrás no placar, Tomic acorda

Com o momento a seu favor, Nole quebrou o serviço do australiano no primeiro game do quarto set e abriu 2/0 em seguida. O placar desfavorável, no entanto, ajudou Tomic. Sem a pressão de estar derrotando o número 2 do mundo, o qualifier voltou a jogar mais solto e logo no quarto game, com uma devolução vencedora, devolveu a quebra e empato ua parcial em 2/2.

O jovem aussie se manteve no jogo bravamente, mas Djokovic acabou se mostrando mais tenista nas horas importantes. No nono game, Tomic perdeu um game point e pagou caro dois pontos depois, quando Nole acertou uma curtinha incrível e conseguiu a quebra. Logo depois, o número 2 do mundo sacou e fechou o jogo.          

veja também