MENU

Dono do Chelsea perde paciência com jejum de gols e pode negociar Torres

Dono do Chelsea perde paciência com jejum de gols e pode negociar Torres

Atualizado: Segunda-feira, 11 Abril de 2011 as 9:20

A marca negativa de dez jogos sem marcar pelo Chelsea, desde que foi contratado em janeiro deste ano, vem transformando o badalado atacante espanhol Fernando Torres em um fiasco. Contratado pela incrível quantia de £ 50 milhões (R$ 133 milhões), junto ao Liverpool, sendo a sexta maior negociação da história, o jogador já começa a irritar até mesmo quem bancou sua vinda: o proprietário dos Blues, o magnata russo Roman Abramovich. De acordo com o jornal "Daily Mail", o bilionário já começa a considerar uma transferência de Torres na abertura da janela, em agosto.

A mudança de opinião do russo teria acontecido após a derrota por 1 a 0 para o Manchester United, na partida de ida das quartas de final da Liga dos Campeões da Uefa, na quarta-feira passada. Um dirigente do Chelsea que não quis se identificar vazou a informação.

- Eu sei que o proprietário não está feliz com o investimento. Ele pode até vender Torres no verão, apesar de ter comprado há pouco tempo - disse ao diário.     A esperança de Abramovich era que o atacante repetisse as grandes atuações de quando ainda defendia o rival e elevasse o Chelsea ao patamar dos rivais.  Pelo Liverpool, Torres marcou 79 gols em 140 jogos, de 2007 ao começo de 2011.

Essa não é a primeira vez que o russo se engana e manda embora um jogador badalado depois de ter se transformado em prejuízo. Em 2006, Abramovich pagou £ 30 milhões (R$ 77 milhões) pelo ucraniano Andriy Schevchenko, que brilhou no Milan. Ele acabou deixando o clube em 2008, após marcar apenas 9 gols em 46 jogos.

O técnico do Chelsea, Carlo Ancelotti parece ser o único a ainda acreditar no atacante, que marcou pela última vez na vitória do Liverpool por 3 a 0 contra o Wolves, ainda em janeiro. Para Ancelotti, os gols ainda podem aparecer.

- Todo mundo quer que ele marque. Os gols vão surgir, talvez no Old Trafford, quem sabe? - afirmou.        

veja também