MENU

Dórea lamenta derrota de Minotauro, quer luta com Jones para Minotouro

Dórea lamenta derrota de Minotauro, quer luta com Jones para Minotouro

Atualizado: Segunda-feira, 12 Dezembro de 2011 as 11:01

Luiz Dórea: mestre de boxe acredita em retorno de

Minotauro após cirurgia (Foto: Reprodução SporTV) Os três brasileiros em ação no UFC 140 , no último sábado, tinham algo em comum: todos afiaram a parte de trocação com o Mestre Luiz Dórea, que no mês passado teve uma das mais importantes vitórias da carreira com o pupilo Júnior "Cigano" dos Santos, que faturou o título dos pesos pesados do Ultimate em 12 de novembro.

Neste sábado, Dórea experimentou alegria e tristeza na mesma noite. Responsável pelo boxe que levou Rogério "Minotouro" Nogueira à medalha de bronze nos Jogos Pan-Americanos em 2007, presenciou do córner a importante vitória do pupilo, que venceu Tito Ortiz por nocaute técnico no primeiro round.

- Ele estava com sede de luta e precisava muito desta vitória. Rogério queria ir para a trocação, queria o nocaute e conseguiu, foi uma grande luta. Tito nos surpreendeu um pouco em vir para a trocação, mas era justamente o que queríamos. Minotouro colocou muito pressão e Tito sentiu. Essa vitória foi muito importante e o coloca no páreo outra vez. Queremos uma oportunidade pelo título contra Jon Jones - revelou o treinador. Porém, na luta seguinte, Dórea viu Rodrigo "Minotauro" Nogueira ter a vitória na mão após acertar bons golpes e quase nocautear Frank Mir. Entretanto, Rodrigo preferiu buscar uma posição no jiu-jítsu e acabou sendo finalizado pela primeira vez na carreira.

- Nossa estratégia era buscar a trocação para clinchar e fazer Mir cansar. Rodrigo fez tudo certinho, conectou bons golpes e teve o nocaute na mão. Acho que foi o instinto de finalizador (que falou mais alto) - lamentou Dórea.

O técnico manteve os fãs brasileiros informados durante a madrugada ao acompanhar Minotauro no caminho para o hospital. O baiano fraturou o úmero do braço direito e deve passar por cirurgia nesta segunda, que pode deixá-lo de quatro a seis meses no estaleiro.

- Minotauro embarcou para Los Angeles e terá amanhã (segunda) uma consulta com o mesmo médico que operou o Georges St-Pierre. Ele é exemplo de garra e superação e com certeza voltará ainda mais fortalecido - garantiu o técnico.          

veja também