MENU

Dos vexames às goleadas, Ricardo provoca a metamorfose vascaína

Dos vexames às goleadas, Ricardo provoca a metamorfose vascaína

Atualizado: Sexta-feira, 25 Fevereiro de 2011 as 10:14

O início do Campeonato Carioca foi um pesadelo para os torcedores do Vasco. Três derrotas seguidas para times de menor expressão, além de mais um revés contra o rival Flamengo fizeram a equipe atingir seu pior início de Estadual da história. Mas, em menos de um mês, o clube que tinha virado motivo de chacota se transformou em uma máquina de fazer gols. Em três jogos, foram 18 gols marcados e apenas um sofrido.

Para explicar essa mudança de comportamento é necessário falar da contratação de Ricardo Gomes. As vitórias convincentes chegaram à Colina junto com o novo comandante. Porém, o próprio técnico diz que tem uma parcela pequena nessa nova realidade do time. Pode parecer modéstia de Ricardo, mas, analisando friamente as escalações da equipe, se vê que realmente elas pouco mudaram.

Fellipe Bastos, recuperado de lesão, e Jeferson, que ocupou a vaga de Carlos Alberto, foram as grandes novidades do time. Fora isso, a espinha dorsal é a mesma deixada por PC Gusmão. O grande mérito de Ricardo está mais fora do que dentro de campo. Com um jeito simpático e calmo, o treinador conseguiu diminuir a ansiedade do time que, mesmo ainda bem abaixo do que podia render, bateu o Americano por 3 a 0, em seu primeiro jogo no comando do clube. Era o que a equipe precisava para voltar a ganhar confiança.

Na última rodada da Taça Guanabara, na goleada de 9 a 0 sobre o América, os próprios jogadores falavam que estavam mais tranquilos e que, por isso, tinham menos medo de errar as jogadas. No vestiário, o papo é que a “inhaca” tinha deixado a equipe. Aliás, alguns jogadores fizeram questão de “espantar” a má fase nas comemorações de gol.     - Desde a primeira derrota nos faltou confiança. O Ricardo deu tranquilidade ao grupo. Nós conseguimos assimilar bem o que ele quer e conseguimos nos recuperar na temporada – disse Marcel.

A vitória fora de casa sobre o Comercial-MS traz ainda mais confiança ao time. Mas para que os jogadores se sintam realmente seguros é necessário começar bem a Taça Rio para apagar o vexame deixado no primeiro turno do estadual.

- As coisas estão se acertando cada vez mais, e a chegada de Ricardo Gomes teve uma importância grande nisso. Estamos conseguindo desenvolver um bom futebol e isso tem se refletido em gols e vitórias. Vamos estrear fora de casa, contra o Macaé, e sabemos que os erros cometidos no primeiro turno não poderão acontecer novamente. Vamos entrar para brigar pelo título e a confiança de todos é grande numa ótima campanha – garante Ramon.

O jogo contra o Macaé será no dia 4 de março, às 19h30m (horário de Brasília).    

veja também