MENU

Douglas pode reestrear contra rival que se acostumou a derrotar

Douglas pode reestrear contra rival que se acostumou a derrotar

Atualizado: Domingo, 12 Fevereiro de 2012 as 2:51

Gazeta

Recém-contratado junto ao Grêmio, meio-campista ficará no banco de reservas no Majestoso deste domingo

 

 

Torcida corintiana dá as boas-vindas ao meia Douglas

Foto: AE

Principal reforço do Corinthians para a temporada de 2012, o meia Douglas ainda precisa de alguns dias para ter condições físicas de jogar por 90 minutos e brigar por uma vaga na equipe titular. Credenciais não faltam. Uma delas pode ser colocada à prova no clássico deste domingo: em sua primeira passagem pelo clube, entre 2008 e 2009, o armador não perdeu para o São Paulo.

 

Leia mais: Com tabu símbolo da “era Andrés”, Corinthians e São Paulo medem forças

O número da camisa ainda está indefinido - há a possibilidade de Adriano ceder o 10 ao "maestro" -, mas está confirmado que Douglas iniciará o duelo diante dos tricolores no banco de reservas. É provável que ele faça sua reestreia durante a segunda etapa, já que o também meia Alex será preservado para evitar maior desgaste.

"Quero poder mostrar tudo o que fiz na outra passagem. Quero ganhar títulos aqui novamente, entrar na história do clube. Acho que este é o meu maior desafio neste retorno", discursa o atleta, que além dos títulos da Série B, do Paulistão e da Copa do Brasil, deixou na memória dos torcedores um empate e três vitórias contra o inimigo do Morumbi.

Douglas, que chegou pela primeira vez ao Parque São Jorge credenciado por ter sido destaque do vice-campeão São Caetano no Campeonato Paulista de 2007 - com direito a boa atuação e gol na goleada por 4 a 1 que eliminou o São Paulo nas semifinais -, só enfrentou o rival pelo Corinthians em 2009.

No primeiro desafio, em fevereiro, teve atuação discreta no empate por 1 a 1 pela primeira fase do Estadual, no Morumbi (Borges abriu a conta para o São Paulo e André Santos empatou). Nas semifinais, em abril, o Corinthians não deu chance: 2 a 1 no Pacaembu (Elias e Cristian viraram o jogo após Miranda inaugurar o marcador) e 2 a 0 no Morumbi, com direito a atuação destacada e gol (Ronaldo anotou o outro).

 

 

Em sua apresentação, Douglas vestiu camisa sem número e disse que a 10 é de Adriano

Foto: Bruno Winckler

A "despedida" do Majestoso também foi proveitosa. Em junho, o Corinthians fez 3 a 1 no Pacaembu (Cristian, Chicão e Jucilei marcaram para os alvinegros e Richarlyson descontou).Treinando normalmente desde o início da semana, Douglas estará na lista de 25 inscritos para a primeira fase da Copa Libertadores e tem boas chances de viajar para a Venezuela. As chances de atuar como titular já contra o Deportivo Táchira, na quarta-feira, são pequenas, mas Tite garante que não vai dificultar a entrada do reforço em caso de atuações destacadas.

 

"Caso ele aproveita as oportunidades e mostre (bom futebol), vai jogar. O Douglas a gente conhece. É um meia de armação, vinha participando no Grêmio e ficou fora um tempo, ainda não dá para iniciar jogando", comentou o treinador.

Leia também: Apoiado por Andrés, Gobbi é eleito presidente do Corinthians

Douglas segue pela mesma linha e quer jogar bem para conquistar seu lugar. "A disputa será sadia, com jogadores de qualidade, que foram campeões juntos. Vou buscar meu espaço. Independente da minha primeira passagem ter sido boa, quero buscar meu lugar e dar uma dor de cabeça para o Tite", diz o armador, à espera da estreia.


Continue lendo...

veja também