MENU

Dracena fica desolado, e santistas lamentam gol nos minutos finais

Dracena fica desolado, e santistas lamentam gol nos minutos finais

Atualizado: Quinta-feira, 3 Março de 2011 as 8:32

O 1 a 1 entre Santos e Cerro Porteño, na noite desta quarta-feira, na Vila Belmiro, pela Taça Libertadores, terminou de forma triste para os jogadores alvinegros. Enquanto os atletas davam explicações sobre o empate em casa, o zagueiro Edu Dracena aparecia no meio-campo, desolado com o resultado. O camisa 2 do Peixe, capitão da equipe, foi o autor da falta que originou o pênalti convertido pelo time paraguaio, aos 46 minutos do segundo tempo por Nani.

- É difícil. Jogamos bem, corrigimos os nossos erros. Ficamos tristes pelo empate, que tem sabor de derrota. Poderíamos ter decidido o jogo e ter feito mais gols – disse Elano, autor do gol alvinegro, também de pênalti.

Com o resultado, o Santos soma agora dois pontos em dois jogos, ocupando a terceira posição do Grupo 5 da Taça Libertadores. O Cerro Porteño lidera a chave com quatro pontos. O próximo jogo do Alvinegro no campeonato será no dia 16, contra o Colo Colo, no Chile.

- Muito complicado. Estávamos com a vitória nas mãos e deixamos escapar. Agora temos de ver onde erramos para não fazer mais. Tentamos os gols, acho que não foi pênalti e tiveram faltas a nosso favor que o juiz não deu para nós – avaliou o atacante Neymar.

O Santos volta a jogar neste sábado, pelo Campeonato Paulista, contra o Oeste, fora de casa.    

veja também