MENU

Dracena lamenta saída de Adilson, mas diz que time não vai se abalar

Dracena lamenta saída de Adilson, mas diz que time não vai se abalar

Atualizado: Quarta-feira, 2 Março de 2011 as 4:23

O zagueiro Edu Dracena, do Santos, afirma que ninguém do elenco santista esperava a saída do técnico Adilson Batista, demitido no último domingo. No entanto, garante que esse problema não irá atrapalhar o time no jogo contra o Cerro Porteño-PAR, nesta quarta-feira, às 21h50m (horário de Brasília), na Vila Belmiro, pela Taça Libertadores.

- Todos ficaram tristes (com a saída de Adilson), mas nossa motivação é a mesma. Com ou sem ele, temos um jogo importante pela frente, nossa estreia em casa na Libertadores. Temos de superar isso para jogar bem, vencer e convencer - afirmou o capitão do time.

Agora que o Peixe não tem mais técnico (o auxiliar Marcelo Martelotte assume interinamente), quem será responsabilizado em caso de nova derrota? Para Dracena, Adilson Batista já não poderia ter sido responsabilizado sozinho pela queda de rendimento do time.

- Responsabilidade é de todos. Diretoria, comissão técnica e jogadores. Todos têm de assumir a sua parcela. O trabalho do Adilson vinha sendo bem feito: estamos três pontos atrás do líder do Paulista e, na Libertadores, empatamos o primeiro jogo fora de casa, o que é normal. Agora, a decisão foi tomada e não cabe a nós jogadores discutir isso. Vamos nos concentrar para entrar em campo e buscar a vitória contra o Cerro.    

veja também