MENU

Driblar a timidez fez parte da adaptação de Oscar ao Inter

Driblar a timidez fez parte da adaptação de Oscar ao Inter

Atualizado: Sexta-feira, 1 Abril de 2011 as 10:17

Oscar está longe de ser um orador, não é do tipo que nasceu para ser relações públicas, não anda pelo pátio do Beira-Rio tagarelando com cada ser vivo que cruza sua frente. Nada disso. Mas já é possível ver nele um jogador mais descontraído do que quando foi contratado pelo Inter, na metade do ano passado. Os próprios colegas do garoto percebem isso e veem aí um dos elementos do crescimento do meia de 19 anos.

O processo parece ter começado lá por outubro do ano passado, quando ele começou a ser destaque nos treinos, o que lhe rendeu a convocação para o Mundial de Clubes. A virada do ano mostrou um novo jogador: mais solto na relação com o grupo e no trato com a bola.

- O Oscar vem muito bem. A gente costuma falar que ele é um jogador que chegou meio tímido, acanhado, e a confiança do Celso e dos jogadores tem deixado ele mais à vontade. Ele fez uma grande participação no Sul-Americano Sub-23, e isso ajudou. Ficamos felizes. O Oscar vem demonstrando a cada dia, a cada treinamento, que se dedica muito – comentou o capitão do Inter, o zagueiro Bolívar.

O meia D’Alessandro, colega de setor de Oscar, elogia muito o menino. Ele já vê o atleta como titular definitivo do Inter. E destaca a evolução dele.

- O Oscar é um jogador que vem crescendo jogo após jogo. Ele vem demonstrando que tem lugar no time. Ele ganhou esse lugar. Ninguém deu nada de graça para ele. Eu valorizo muito o trabalho dele, porque o Inter tem um time muito qualificado. São muitos jogadores na concorrência do meio para a frente. Ele ganhou essa vaga. Tomara que continue ajudando o time. No ano passado, ele já tinha demonstrado um crescimento muito grande, mas nesse ano assumiu a responsabilidade, mesmo sendo um jogador muito novo – disse o camisa 10.

Oscar divide com Leandro Damião o posto de maior destaque do Inter em 2011. Ele foi o melhor em campo na última partida, com um gol e uma assistência na vitória de 3 a 0 sobre o Jorge Wilstermann.      

veja também