MENU

Dunga descarta comparações com Pelé, mas elogia Neymar e Ganso

Dunga descarta comparações com Pelé, mas elogia Neymar e Ganso

Atualizado: Terça-feira, 11 Maio de 2010 as 4:26

O técnico Dunga demonstrou bom humor durante a entrevista coletiva após revelar os 23 nomes que estarão na Copa do Mundo. Brincou até sobre alguns erros de português, como trocar ''conosco'' por ''com nós''. Mas em alguns momentos, o treinador trocou o riso pela ironia ao responder perguntas provocativas sobre as ausências de Neymar e Paulo Henrique Ganso. Principalmente quando compararam a situação da dupla do Santos com a de Pelé em 1958 e de Diego Maradona em 1978.

Primeiro, um repórter perguntou se Dunga deixaria Pelé fora do primeiro Mundial conquistado pelo Brasil se fosse o técnico, já que agora descartou os jovens santistas. O capitão do tetra reagiu com ironia:

- Ele está falando simplesmente do Pelé, o melhor do século. Se você encontrar um Pelé, por favor, traga para mim. Eu quero. Ele vai jogar com as duas pernas engessadas. E ele em 1958 já tinha jogado pela seleção brasileira. Pelé é mito. Não pode ser comparado com ninguém - disse.

Depois, mais uma provocação ao treinador: desta vez, comparando os santistas a Diego Maradona, que não foi convocado por César Menotti. Mesmo assim, a Argentina foi campeã do mundo.

- ''Se'' não entra no futebol. O Menotti deveria estar errado. Quem foi campeão em 78? Às vezes perde um soldado, mas ganha uma guerra. Quem disse que a Argentina seria campeã em 1978 com o Maradona? Pergunta aos argentinos se eles querem voltar ao tempo e colocar o Maradona sem saberem o que iria acontecer.Estão acostumados com político, que falam o que o povo quer ouvir. Agora, eu sou o contrário. Eu falo o que as pessoas não querem ouvir.

Principais nomes do Santos na conquista do Campeonato Paulista e na boa campanha da Copa do Brasil, Ganso e Neymar também foram elogiados por Dunga, apesar de fora da lista. Mas o treinador lembrou também que os dois não tiveram boas participações nos Mundiais Sub-17 e Sub-20.

- Esses guris, de fevereiro para cá fizeram um salto enorme. Mas ninguém lembra a experiência que tiveram na sub-17, na sub-20. Esses rapazes não são o futuro, já são o presente. Têm que ter continuidade. Ninguém falou que o Ganso foi reserva na sub-20. Ninguém falou que a sub-17, com um jogador tão talentoso como o Neymar, caiu na primeira fase. O Santos teve outro time espetacular, campeão brasileiro, que nem todos se firmaram. Com Robinho, Elano, Renato, Diego Alex e nem todo mundo se firmou.

Por Thiago Dias e Thiago Lavinas

veja também