MENU

Dunga diz que Kaká vai saber evitar o amarelo

Dunga diz que Kaká vai saber evitar o amarelo

Atualizado: Sexta-feira, 2 Julho de 2010 as 7:41

Dunga brinca com a bola no treino da seleção

(Foto: Thiago Lavinas / Globoesporte.com)  

Em três jogos nesta Copa do Mundo, o apoiador Kaká levou dois cartões amarelos e foi expulso em uma oportunidade. O fato chamou a atenção do técnico Dunga, que está preocupado em não contar com o jogador nas semifinais do Mundial, caso o Brasil vença a Holanda, nesta sexta-feira, às 11h (de Brasília), no Estádio Nelson Mandela Bay, em Porto Elizabeth, e o jogador seja novamente advertido pela arbitragem. A TV Globo, o SporTV e o GLOBOESPORTE.COM transmitem o jogo ao vivo. Mesmo com todo o receio, Dunga afirmou que o jogador saberá como se comportar durante a semifinal desta sexta-feira.

- O Kaká é inteligente, sabe de sua importância para a equipe na sequência da Copa do Mundo - afirmou Dunga.

saiba mais Brasil e Holanda confrontam 'irmãos' Robinho e Robben na luta pela semi Raio-X: equilíbrio entra em campo no duro confronto entre Holanda e Brasil Dunga defendeu Kaká em dois dos três cartões que o apoiador levou na Copa do Mundo. Segundo o treinador, diante da Costa do Marfim, a expulsão do jogador foi injusta.

- Se eu ficar te batendo o tempo todo e você levar amarelo, você não vai gostar. O Kaká é o jogador que mais sofreu faltas na seleção. Dos três cartões que ele levou, apenas o último foi justo. No primeiro, ele sofreu a falta e levou o cartão. No outro, ele foi advertido com o vermelho, quando a TV mostrou que o adversário é que veio de encontro ao Kaká - explicou.

Além de Kaká, Felipe Melo, Juan, Luis Fabiano estão pendurados com um cartão amarelo. Caso sejam advertidos e o Brasil chegue às semifinais, os atletas ficarão fora da partida. A partir da próxima fase, por determinação da Fifa, quem estiver com apenas um amarelo vai para as semifinais sem cartão. A medida tem como objetivo desfalcar o mínimo possível as equipes na grande decisão da Copa do Mundo.

Kaká comemora um dos gols de Luis Fabiano (Foto: EFE)   Por Márcio Iannacca Direto de Porto Elizabeth, África do Sul

veja também