MENU

Dunga pode ser punido por xingamento

Dunga pode ser punido por xingamento

Atualizado: Segunda-feira, 21 Junho de 2010 as 3:32

Em entrevista coletiva, depois da vitória do Brasil sobre a Costa do Marfim por 3 a 1, no último domingo, Dunga xingou o jornalista Alex Escobar, da TV Globo. A Fifa investigará o acontecido e pode até punir o técnico da Seleção.

A entrevista transcorria normalmente até Dunga interromper repentinamnte uma resposta sobre a cobrança da imprensa em cima de Luis Fabiano e dizer:

- Algum problema? - voltando-se para Alex Escobar.

- Eu? Não estou nem olhando para você, Dunga - respondeu o jornalista, que havia balançado a cabeça negativamemente enquanto falava ao telefone com o também repórter da Globo, Tadeu Schmidt.

- Ah bom! Pensei que tinha. Tá bom. Então tá - replicou o treinador, ironicamente. Em seguida, enquanto aguardava a próxima pergunta, Dunga sussurrou xingamentos olhando para o repórter. O que ele não esperava é que suas palavras fossem captadas pelo sistema de som da sala de entrevistas.

- Besta! Burro! Cagão... Cagão! - cochichou.

A entrevista continuou, mas, a todo momento, Dunga olhava o repórter e balbuciava xingamentos.

Quando a coletiva acabou, o técnico da Seleção Brasileira se levantou, visivelmente irritado, e continuou falando palavrões.

Punição

Nesta segunda-feira, a Fifa afirmou que vai investigar o caso e não descarta punir o treinador brasileiro se for comprovado que o treinador xingou o jornalista.

- Eu ainda não sei de nada, é a primeira vez que ouço isso (sobre palavrões de Dunga). Mas vamos acompanhar - afirmou Nicolas Maingot, porta-voz da Fifa, em entrevista concedida ao jornal 'Folha de S. Paulo'.

Em outro caso semelhante, o técnico da seleção argentina,   Diego Maradona, foi punido por comportamento ofensivo em entrevista coletiva   após a classificação da Argentina para a Copa do Mundo.

A Comissão Disciplinar da Fifa   suspendeu Diego por dois meses e deu uma multa   no valor de 25 mil francos suíços (cerca de R$ 42 mil) para o técnico.  

veja também