MENU

Ecclestone critica equipes novatas: 'Não acho que sentiríamos falta delas'

Ecclestone critica equipes novatas: 'Não acho que sentiríamos falta delas'

Atualizado: Quarta-feira, 28 Julho de 2010 as 11:28

O mau desempenho das equipes novatas em 2010 está decepcionando o chefão Bernie Ecclestone. Para o dirigente, “uma ou duas” escuderias vão abandonar o campeonato antes do fim. Diz também que, a não ser pela Lotus, a Fórmula 1 não sentiria falta se elas desistissem da disputa.

Em entrevista ao jornal britânico “Daily Telegraph”, Ecclestone disse não ter dúvidas sobre a volta por cima da Renault, mas que estava muito mais preocupado com as novas equipes.

- Tudo que houve (na Renault) é que um de seus acionistas não queria tirar dinheiro de outra de suas empresas porque isso significaria na convocação de uma reunião do conselho. Mas eu nunca dei dinheiro a eles. Eles superaram a crise, então está tudo bem. Mas eu não me surpreenderia se uma ou duas das equipes não chegassem ao fim da temporada. Eu acredito que há algumas equipes que não deveriam estar ali.

Para Ecclestone, o número de 24 carros no grid – que pode subir para 26, caso a FIA aprove a entrada de uma nova equipe em 2011 – seja essencial para a categoria. Ele reconhece que voltar ao número de 10 times seria bom para a F-1, embora defenda a Lotus.

- Tudo o que sempre quisemos eram dez times. Lotus é um bom nome. Eu não ia querer perdê-los. Mas, em geral, este ano está sendo um pouco incômodo porque custa dinheiro manter estas equipes lutando. Custou muito dinheiro mantê-los competindo. O principal é que elas não nos deram realmente o valor de estarem ali. Se estas equipes de repente não apareçam mais para as corridas, eu não acredito que o público vai ser menor por causa disso, os televisores serão desligados ou os jornais vão parar de escrever. Ou vão? – perguntou Ecclestone, ironicamente.

As novas equipes têm sido alvo de críticas por todos os lados. Até aqui, Lotus, VRT e Hispania ainda não pontuaram no campeonato.  

veja também