Ecclestone, sobre a crise no Bahrein: 'Vamos esperar que as coisas esfriem'

Ecclestone, sobre a crise no Bahrein: 'Vamos esperar que as coisas esfriem'

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:55

Bernie Ecclestone, chefe comercial da Fórmula 1, segue otimista quanto à realização do GP do Bahrein, abertura da temporada 2011, apesar da instabilidade política que o país do Oriente Médio vive nos últimos dias. A capital Manama viveu violentos protestos na madrugada de quinta e repressão da polícia aos manifestantes matou três pessoas e deixou 231 feridos na Praça da Pérola, na capital Manama. Neste fim de semana, as atividades da GP2 Ásia foram canceladas porque os médicos da categoria foram chamados pelos hospitais para ajudar no atendimento.

- Nossas pessoas no Bahrein dizem: "está tranquilo, sem problemas". Estou mais esperançoso hoje. Espero que não precisemos fazer nada. Vamos esperar que as coisas esfriem - diz Ecclestone, em entrevista à rede de TV inglesa BBC.

Os promotores do GP do Bahrein garantem que a corrida será realizada em 13 de março. Os preparativos estão sendo feitos também para a última sessão de testes de pré-temporada, que será realizada também no circuito de Sakhir, a partir de 3 de março. Ecclestone disse que não tomará uma decisão antes que a situação se esclareça. O dirigente disse que está sendo informado dos acontecimentos pela família real do Bahrein.    

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições