MENU

Eder Luis quer levar seus amuletos para morar no Rio de Janeiro

Eder Luis quer levar seus amuletos para morar no Rio de Janeiro

Atualizado: Terça-feira, 22 Março de 2011 as 9:47

Na última sexta-feira, Eder Luis comemorava o fato de receber a visita do irmão Everton. O atacante esperava que ele pudesse trazer a sorte que seu Ronaldo Antônio trouxe. Ano passado foi seu pai quem o visitou às vésperas de um clássico contra o Botafogo e o resultado foi uma bela atuação coroada com um gol no empate válido pelo Campeonato Brasileiro. Desta vez, o novo amuleto deu ainda mais sorte. Além do gol, o Vasco saiu com a vitória.   A alegria de Eder Luis foi tanta que ele já está querendo convocar uma reunião de família e anunciar uma grande mudança de Uberlândia para o Rio de Janeiro. O objetivo principal é um só: trazer ainda mais sorte. De quebra ainda pode matar a saudade da família.   - Eles me dão muita sorte, não é? Foi tanta que eu estou até pensando em trazer ele e o meu pai para morar aqui no Rio de Janeiro comigo (risos). Se não der para fazer isso, vou pedir para eles voltarem em todas as vésperas de jogo. Fico feliz por eles também, que podem me visitar e ainda conhecer a cidade - brincou Eder, que queria levar o pessoal para conhecer as praias, mas lamentou o fato de o tempo não ajudar.

A ideia até agrada Everton. Aos 23 anos, esta foi a primeira vez em que ele pisou no Rio de Janeiro e as maravilhas da cidade encantaram o tímido mineiro. Hoje ele é agricultor e trabalha no dia a dia com seu pai. Mas em um passado não tão distante chegou a tentar seguir os passos do irmão e se aventurar pelos campos de Minas. Se profissionalizou pelo Uberlândia, mas preferiu não dar seguimento à carreira. E, mostrando humildade, admite que Eder Luis é mesmo o melhor jogador da família.

- Nem mesmo nas peladas de fim de ano lá em casa ele dá uma colher de chá. Aperta mesmo (risos). Mas estava nervoso. A responsabilidade era grande, afinal de contas meu pai sempre deu sorte para ele. A única vez que eu tinha visto ao vivo me lembro de ele marcar um gol, mas desta vez foi um golaço. E a torcida do Vasco deu um show no Engenhão. Espero conseguir vir mais vezes - disse.     Encontro com Jéfferson na semana do jogo  Eder Luis foi um dos destaques do Vasco no clássico do último domingo. Além do gol, o atacante teve duas oportunidades boas que foram evitadas com defesas milagrosas de Jéfferson (veja os melhores momentos ao lado). Após o jogo, o camisa 7 revelou um fato curioso: ele se encontrou com o goleiro do Botafogo na igreja durante uma missa em que ele próprio era o pastor.

- No intervalo perguntei se ele iria defender todas mesmo. Não digo milagre que esta palavra só serve para Deus. No caso do Jéfferson é competência mesmo. Mas foi um belo gol e da única maneira que poderia ser feito. Se eu tentasse dominar fatalmente não daria certo - comemorou.

veja também