MENU

Efeito reverso: insatisfeito, Rafael Moura fica 90 minutos no banco

Efeito reverso: insatisfeito, Rafael Moura fica 90 minutos no banco

Atualizado: Segunda-feira, 18 Abril de 2011 as 9:48

Não foi no grito que Rafael Moura ganhou mais chance no Fluminense. Dias depois de admitir que estava insatisfeito com a reserva no Fluminense, o atacante ficou 90 minutos no banco de reservas na vitória por 1 a 0 sobre o Nova Iguaçu, no Engenhão.

O jogador é o vice-artilheiro do time no ano, com sete gols. Rafael assistiu a todo o jogo do banco de reservas. Enderson Moreira optou por colocar Fernando Bob, Willians e Emerson.

- Rafael é um jogador que a todo instante que jogar, mas o resultado nos favorecia. Era mais interessante um atleta que pudesse atuar por dentro do campo (Willians0. Ele vai nos ajudar muito. O jogador quer atuar e fico feliz por isso – declarou Enderson.

Emerson barrado

Outra decisão do treinador que foi trocar Emerson por Araújo. O Sheik não atuou na última rodada porque estava suspenso e treinou entre os titulares na quinta. Porém, no dia seguinte, não foi ao treino – ele ligou e disse que tinha compromissos inadiáveis. Autor de dois gols na goleada sobre o Americano, Araújo ganhou a chance.

- Não tem nada a ver a ausência com a escolha.O Araújo vem de bons jogos. Emerson entrou no segundo tempo com força e dinamismo. Somos um grupo e temos que saber lidar com essas situações – afirmou o treinador tricolor.

A ausência no banco de reservas foi Souza. O apoiador conversou com a comissão técnica e pediu para ser liberado neste fim de semana para resolver problemas particulares. A expectativa é de que ele viaje para Buenos Aires na tarde desta segunda-feira.      

veja também