MENU

Elenco defende Martelotte, mas Neymar 'abre' as portas para Muricy

Elenco defende Martelotte, mas Neymar 'abre' as portas para Muricy

Atualizado: Segunda-feira, 14 Março de 2011 as 3:55

Em meio à possibilidade de ter Muricy Ramalho como novo treinador, o Santos embarcou na tarde desta segunda-feira para o Chile com um discurso ensaiado pela maioria dos jogadores. Enquanto atletas como o capitão Edu Dracena, o goleiro Rafael e o lateral-esquerdo Léo evitavam ou faziam breves comentários sobre a chance de o ex-treinador do Fluminense acertar com o time da Vila Belmiro, Neymar saía do discurso comum e comentava abertamente sobre o assunto.

- Eu aprovo o Muricy, sim. Todo o Brasil aprova. É um excelente treinador, todos sabem da sua capacidade - afirmou o camisa 11 alvinegro, quando questionado sobre o tema, enquanto era disputado por fãs e jornalistas, na porta do CT Rei Pelé.

Perguntado se abriria as portas do Santos para o atual campeão brasileiro, o atacante alvinegro brincou:

- Abro! As portas já estão abertas, olha aí - falou aos risos o camisa 11, apontando para o portão escancarado por onde os jogadores saíam do hotel alvinegro.

Parceiro da estrela santista, Ganso preferiu o silêncio. Prestes a jogar pela primeira vez uma partida da Taça Libertadores - ele esteve afastado do time nos últimos seis meses por conta de uma lesão -, o meia santista saiu do CT Rei Pelé escoltado por seguranças e sem dar entrevistas.

Se Neymar mostrou apoio ao possível novo treinador, e Ganso não comentou o assunto, outros atletas santistas preferiram demonstrar afeto pelo técnico interino Marcelo Martelotte, que caminha para a sua quinta partida como comandante do Peixe, desde que Adilson Batista deixou o clube.

- O Martelotte está fazendo um excelente trabalho, e nós estamos lutando por ele. Já falei que ele é o nosso treinador e isso para a gente já está decidido - enfatizou o goleiro Rafael.

Um dos jogadores mais experientes do time, Léo limitou-se ao discurso do “não quero falar nada e só penso no Colo Colo”. Já Edu Dracena, capitão alvinegro, teve um discurso mais político, elogiando Muricy Ramalho, mas sem deixar de destacar as qualidades de Martelotte.

- O Muricy é um técnico de ponta, que foi quatro vezes campeão brasileiro. Cabe à diretoria santista decidir sobre isso. Mas com certeza o Martelotte tem capacidade para seguir. Ele está invicto e pode assumir o time - avaliou o zagueiro.

Martelotte, ex-goleiro e membro da comissão fixa do Santos, preferiu não comentar o assunto, limitando-se apenas a falar sobre a próxima partida.    

veja também