MENU

Elenco trata Martelotte como técnico e afirma que indefinição não atrapalha

Elenco trata Martelotte como técnico e afirma que indefinição não atrapalha

Atualizado: Quinta-feira, 17 Março de 2011 as 2:50

Os jogadores do Santos asseguram que a indefinição quanto ao novo técnico da equipe não atrapalhou o time no Chile. Na última quarta-feira, o Peixe perdeu por 3 a 2 para o Colo Colo, em Santiago, e se complicou no Grupo 5 da Taça Libertadores. Com apenas dois pontos em três rodadas, está atrás dos chilenos, que têm seis pontos, e do Cerro Porteño, vice-líder da chave com cinco. Faltam três jogos para o término da fase e somente dois avançam às oitavas de final.

Os atletas alvinegros afirmam que o interino, Marcelo Martelotte, têm feito um bom trabalho e não pode ser responsabilizado pelo mau resultado. Acreditam que o time perdeu porque cometeu falhas e não porque não tinha um treinador de mais nome no banco. Aliás, nem tratam Martelotte como um 'interino'.

A diretoria santista já iniciou contatos com o técnico Muricy Ramalho, que deixou o Fluminense. O presidente do clube, Luis Alvaro de Oliveira Ribeiro, afirmou que vai respeitar o período de descanso do treinador, que pediu alguns dias para relaxar. Em seguida, irá marcar uma reunião para tentar acertar a contratação.

- Essa coisa de indefinição quanto ao técnico não atrapalha em nada. O Marcelo conhece muito bem o time, está conosco desde o início do ano passado e sabe o que a equipe pode render. Cabe à diretoria definir o que vai fazer. Nós jogadores só temos de nos concentrar em jogar futebol e procurar melhorar - afirma o zagueiro Edu Dracena.

O capitão da equipe, aliás, avalia de forma positiva o trabalho de Martelotte, que assumiu o comando logo após a demissão de Adilson Batista, dia 27 de fevereiro.

- Em cinco jogos com o Marcelo, conquistamos três vitórias, um empate e uma derrota. É um bom retrospecto.

O lateral-esquerdo Léo, o mais experiente jogador do elenco santista, também garante que o grupo não se sente instável por estar sendo comandado por um interino. O ala, na verdade, afirma que nem considera Martelotte um técnico tampão.

- Nós temos um técnico: é o Marcelo. Não é isso que está nos atrapalhando. O time não jogou bem no primeiro tempo contra o Colo Colo, mas o Marcelo corrigiu no intervalo e voltamos jogando melhor. Ninguém conhece o time como ele.      

veja também