MENU

Eliminar Timão vale mais de um mês de salário aos jogadores do Tolima

Eliminar Timão vale mais de um mês de salário aos jogadores do Tolima

Atualizado: Quarta-feira, 26 Janeiro de 2011 as 8:28

Mais do que conseguir eliminar o poderoso Corinthians, os jogadores do Deportes Tolima-COL têm outro objetivo no confronto que se inicia nesta quarta-feira, às 22h, no Pacaembu: encher os bolsos. Pela importância do duelo contra os brasileiros, a diretoria vai aumentar o valor da premiação em caso de avanço à fase de grupos da Taça Libertadores.

Na Copa Sul-Americana de 2010, competição que o clube foi eliminado nas quartas de final pelo depois campeão Independiente-ARG, o presidente Gabriel Camargo Salamanca desembolsava cerca de R$ 16 mil para cada jogador por etapa superada.

Para os padrões brasileiros o valor pode parecer pequeno, mas supera o maior salário do Tolima. Wilder Medina, astro do elenco e artilheiro do último Campeonato Colombiano, tem vencimentos de pouco mais de R$ 12 mil. A expectativa do grupo é de que a premiação supere os R$ 20 mil para cada atleta.

- Esses prêmios motivam muito os jogadores. Nossos salários não são altos como no Brasil, mas as premiações são excelentes. Esperamos que por ser Libertadores a diretoria possa aumentar o valor – disse o goleador, de 29 anos.

Disputar a Libertadores não é tão barato para os clubes. Para quatro dias de hospedagem, alimentação e transporte no Brasil, o Tolima gastou mais de R$ 30 mil – não estão computadas as passagens aéreas de toda a delegação, composta por 34 pessoas.

- O dinheiro é do presidente – brinca o mandatário Gabriel Camargo Salamanca.

O Corinthians, até agora, não divulgou se pagará prêmio aos jogadores por chegarem à fase de grupos da competição sul-americana. No ano passado, o clube tinha como certo que não passaria pela “repescagem”, mas acabou caindo para o terceiro lugar do Brasileirão na última rodada.

Por: Carlos Augusto Ferrari

veja também