MENU

Em alta, Iarley evita falar em vaga: 'Nunca pensei que seria titular absoluto'

Em alta, Iarley evita falar em vaga: 'Nunca pensei que seria titular absoluto'

Atualizado: Sexta-feira, 12 Fevereiro de 2010 as 12

A menos de duas semanas da estreia do Corinthians na Taça Libertadores, o técnico Mano Menezes não esconde que sua maior dúvida está no ataque. Titulares absolutos desde o ano passado, Jorge Henrique e Ronaldo são nomes certos entre os 11,  mas Iarley ganhou espaço e pode ser uma das novidades contra o Racing-URU, dia 24, no Pacaembu. Depois de ser usado como segundo atacante e até como centroavante no Paulistão, o veterano goleador não escolhe posição e aceita até a reserva.

- Nenhum jogador pode achar que é titular ou reserva. Tem que se preparar e deixar a critério do treinador. Nunca pensei que seria titular absoluto. Deram a mim um rótulo de Libertadores pelo histórico que apresentei no passado. Todo mundo está brigando por seu espaço. A cada jogo que passa, os jogadores estão mostrando que têm condições de serem titulares - afirmou.

Iarley iniciou a temporada como segundo atacante, formando dupla com Souza, contra o Monte Azul (marcou seu único gol até o momento), e com Ronaldo, frente ao Bragantino. No entanto, com as lesões dos dois centroavantes, ele passou a exercer a função de camisa 9 ao lado de Dentinho, nas partidas diante de Palmeiras, Ponte Preta e Sertãozinho.

- Posso jogar nas duas, sem problema. Se ele precisar na frente, vou jogar. Se for como segundo, vou jogar. Estou à disposição para o que ele precisar. Estou muito bem, pegando o ritmo paulista, que é mais intenso - acrescentou.

Com Iarley ao lado de Ronaldo, Jorge Henrique seria recuado para o meio-de-campo para auxiliar na armação, mas atuaria aberto pelo lado esquerdo, em função até semelhante à que exerceu em 2009. Caso o treinador mantenha o ataque do ano passado, Danilo e Tcheco ficarão no meio.

Iarley aprova o rodízio feito por Mano Menezes até o momento no Paulistão, principalmente por conseguir motivar os jogadores pela disputa por uma das 25 vagas na lista de inscritos para a Libertadores. O treinador tem até o dia 22 para mandar a relação. Sete atletas do elenco ficarão fora do torneio internacional. No entanto, seguirão atuando no Estadual.

- Existe uma inteligência por parte do Mano em fazer o rodízio para todo mundo estar motivado e bem preparado. No momento certo, depois do anúncio, com certeza, vamos ter mais tranquilidade para trabalhar – completou.

Por: Carlos Augusto Ferrari

veja também