MENU

Em ascensão, Botafogo se vê no caminho certo, mas pede 'pé no chão'

Em ascensão, Botafogo se vê no caminho certo, mas pede 'pé no chão'

Atualizado: Quinta-feira, 30 Junho de 2011 as 9:36

Com a vitória fora de casa sobre o São Paulo , na última quarta-feira, o Botafogo chega à sua sexta partida sem provar o gosto da derrota. O time segue em ascensão na classificação do nacional e já figura no terceiro posto, mas ainda pode cair um degrau caso o Palmeiras supere o Atlético-GO nesta quinta. O elenco alvinegro está afinado no discurso: os jogadores veem o time no rumo certo, mas pedem “pé no chão”.

- Temos de trabalhar com o pé no chão e fazer sempre mais, porque, no Brasileirão, todo jogo é sempre difícil. Temos de conter a euforia dos mais novos. Os experientes já viveram os dois lados da moeda. Precisamos batalhar, mas estamos no caminho certo – destaca o lateral-direito Alessandro.

A vitória por 2 a 0 sobre o Tricolor foi expressiva. O Botafogo dominou as ações da partida e em poucas ocasiões foi ameaçado. Isso deixa os botafoguenses esperançosos na disputa pela taça do Brasileirão.

- Jogamos com muita personalidade e entendo que, se conseguirmos manter esse nível, poderemos brigar pelo título. Porém, precisamos manter os pés no chão, porque muita coisa pode acontecer no campeonato – disse Elkeson, artilheiro alvinegro no nacional.

Elkeson marcou o primeiro gol da vitória alvinegra diante do São Paulo (Foto: Ag. Estado)

  O técnico Caio Júnior segue a mesma linha de raciocínio. Ele evita pensar no título e se diz focado apenas para as próximas partidas.

- Aprendi em Campeonato Brasileiro a não projetar a longo prazo, temos de projetar apenas o próximo jogo. É passo a passo que você consegue pensar no título mais para frente. Temos de chegar vivos até lá, em condições de brigar por uma vaga na Libertadores e também pelo título – afirma o treinador.

O próximo desafio do Botafogo no Brasileirão é o Atlético-GO. Os alvinegros recebem os goianos no Engenhão na próxima quinta, às 19h30m.          

veja também