MENU

Em caos político, Egito é substituído por Portugal na Liga Mundial de vôlei

Em caos político, Egito é substituído por Portugal na Liga Mundial de vôlei

Atualizado: Quinta-feira, 3 Março de 2011 as 1:34

O caos politico no Egito, que resultou na queda do ditador Hosni Mubarak, afetou mais uma vez o esporte do país. Nesta quinta-feira, a Federação Internacional de Vôlei (FIVB) anunciou o corte da seleção do país da disputa da Liga Mundial. Em seu lugar entrará Portugal, que caiu no qualifying da competição.

- É uma decisão difícil de ser tomada, mas necessária para o benefício da Liga Mundial. Neste momento de incerteza no norte da África, a FIVB deve seguir em frente com seu planejamento e preparação. Então, nós ficamos sem opções a não ser seguir para nossa melhor alternativa, que foi incluir Portugal – afirmou o presidente do conselho da FIVB, Francesco Franchi.

A entidade também divulgou o calendário da disputa. E o Brasil, que fez duras críticas à FIVB no ano passado por conta da própria Liga e do Mundial, acabou beneficiado. O país, com nove títulos na competição, está no grupo A, ao lado de Porto Rico, adversário da estreia, no dia 27 de maio, Estados Unidos e Polônia.

A seleção fará sua última partida da primeira fase na Polônia, país sede da fase decisiva da competição. No ano passado, o técnico Bernardinho reclamou bastante dos longos deslocamentos que a equipe precisava fazer na disputa.

A Liga Mundial vai até o dia 10 de julho. Rússia, Japão, Alemanha e Bulgária formam o grupo B, enquanto Portugal, Finlândia, Argentina e Sérvia fazem o grupo C. Cuba, Itália, França e Coreia do Sul estão no D.    

veja também