MENU

Em jejum de gols, Messi e Forlán trocam elogios antes de clássico

Em jejum de gols, Messi e Forlán trocam elogios antes de clássico

Atualizado: Sexta-feira, 15 Julho de 2011 as 9:04

Duas das principais figuras da Copa América, Lionel Messi e Diego Forlán vão ficar frente a frente neste sábado no duelo entre Argentina e Uruguai pelas quartas de final do torneio. E ambos com objetivos semelhantes, tanto coletivamente quanto individualmente. Além, claro, de querer levar sua respectiva seleção adiante na competição, a dupla tenta acabar com um incômodo jejum de gols.

O craque do Barcelona está na seca há 15 jogos válidos por competições oficiais sem balançar as redes. O último foi em março de 2009, pelas eliminatórias para Copa de 2010. Já Forlán, eleito o melhor jogador do Mundial da África do Sul, não sabe o que é balançar as redes desde a decisão do 3º lugar contra a Alemanha. Já são 10 partidas em branco, sejam oficiais ou não.

Embora a fase goleadora dos dois por seleções esteja em baixa, ambos rasgaram elogios um ao outro ante do confronto em Santa Fé.

- Creio que Forlán é um grande jogador. A maioria de nós aqui já o enfrentou (no futebol espanhol). Não podemos dar espaço a ele. É rápido, tem boa movimentação e chuta com as duas. Além disso, se entende bem com Suárez (seu companheiro de ataque) – salientou Messi.

Forlán, por sua vez, exaltou o rival e ainda o defendeu das críticas. Segundo parte da imprensa, o camisa 10 albiceleste não tem na seleção o mesmo desempenho que no Barça.

- Ele é o melhor. Creio que ele sabe quem é, o que ele conquistou e qualidade que tem – disse atleta do Atlético de Madri, em entrevista à imprensa uruguaia.

Além do jejum, Forlán e Messi também tem em comum o fato de terem marcado poucas vezes em confrontos entre Uruguai e Argentina. Poucas não, apenas uma única vez cada um.

O uruguaio deixou sua marca em um amistoso em 2003 no qual os hermanos venceram por 3 a 2, em Florença. Já o argentino balançou as redes no triunfo de 2 a 1 pelo primeiro turno das eliminatórias para Copa de 2010, em outubro de 2008.

Messi corre durante treino da Argentina: camisa 10 do Barcelona elogiou atacante Neymar (Foto: EFE)          

veja também