MENU

Em jogo de invictos, Atlético-PR visita o Paulista pela segunda fase

Em jogo de invictos, Atlético-PR visita o Paulista pela segunda fase

Atualizado: Quarta-feira, 16 Março de 2011 as 10:28

O Atlético-PR enfrenta o Paulista, às 19h30m desta quarta-feira, no Estádio Jayme Cintra. A partida, válida pelo jogo de ida da segunda fase da Copa do Brasil, coloca frente a frente dois times que defendem pequenas séries de invencibilidade. O Furacão não perde desde 23 de fevereiro, quando foi superado pelo Rio Branco-AC. Desde então, foram quatro vitórias e um empate. Já o Paulista, depois de ser superado pelo Mirassol em casa, venceu as últimas três partidas.     Para esta partida, o técnico Geninho não conta com o zagueiro Rafael Santos e o atacante Lucas. Flávio Boaventura deve entrar na defesa e Nieto, no ataque. Outra novidade é o volante Robston, que teve o nome publicado no BID (Boletim Informativo Diário) da CBF (Confederação Brasileira de Futebol) na terça-feira e fará a estreia pelo Rubro-Negro. Já Wagner Lopes deve repetir o time que venceu o Americana e subiu para a sétima posição do Campeonato Estadual.     O SporTV 2 transmite a partida para todo o Brasil. O GloboEsporte.com acompanha todos os lances em Tempo Real, com vídeos. O árbitro deste confronto será o carioca Felipe Gomes da Silva. Ele será auxiliado por Lilian da Silva Fernandes Bruno e Rodrigo Henrique Correa, ambos também do Rio de Janeiro.

Paulista: o objetivo do time é não sofrer gols como mandante. Isso o daria a vantagem de se classificar com qualquer empate com gols no jogo de volta. O Paulista quer também repetir o feito de 2005, quando venceu o Fluminense na final e conquistou a Copa do Brasil.

Atlético-PR: o clube quer também a sequência invicta. A equipe venceu quatro e empatou uma das últimas cinco partidas. O Furacão pretende vencer por dois ou mais gols de diferença, mas não descarta levar um bom resultado, com gols fora, para decidir na Arena da Baixada.

Paulista: o time comandado por Wagner Lopes deve ser o mesmo que venceu o Americana, no último fim de semana, pela 13ª rodada do Campeonato Paulista. Com isso, o Paulista deve entrar em campo com Felipe Alves; Weldinho, Eli Sabiá, Henrique e Guigov; Fábio Gomes, João Paulo, Baiano e Diego Barboza; Vanderlei e Hernane.

Atlético-PR: o treinador Geninho perdeu o zagueiro Rafael Santos e o atacante Lucas, vetados pelo departamento médico atleticano. Flávio e Nieto são os substitutos. O Rubro-Negro deve começar com Renan Rocha; Kleberson, Manoel, Flávio Boaventura e Paulinho; Alê, Robston, Paulo Baier e Madson, Guerrón e Nieto.

Paulista: camisa 10, o meia Diego Barboza é o principal armador de jogadas do time paulista. O jogador de 21 anos, que se destacou no Guarani na temporada passada, é também o responsável pela bola parada da equipe.

Atlético-PR: dono da melhor média de gols do Furacão, o atacante Nieto será titular no lugar de Lucas, vetado pelo departamento médico. O argentino fez cinco gols nas seis partidas que disputou em 2011 – o último na vitória sobre o Iraty por 4 a 2.

João Paulo, volante do Paulista: "Estamos com o pensamento de não sofrer gols. Na Copa do Brasil, um gol sofrido em casa pode dificultar muito na segunda partida. Por isso temos que ter esse cuidado ".

  Geninho, técnico do Atlético-PR: "Eu acho que é muito importante, neste sistema de Copa do Brasil, se você não conseguir fazer o primeiro resultado, que você traga um bom resultado, que dê a chance de decidir em casa. Então esta é a ideia: vamos tentar buscar a vitória. Se não conseguir, que você traga um resultado que lhe dê chance de definir na segunda partida ".

* O Paulista é o sétimo colocado do Estadual, com 21 pontos em 13 jogos. Nas seis vezes em que jogou como mandante, ele venceu duas, empatou três e perdeu uma. E a derrota, para o Mirassol, foi por 2 a 0 - resultado que, se repetido nesta quarta-feira, resulta na eliminação do time da casa.

* Nos oito jogos que disputou fora de casa, em apenas dois o Atlético-PR venceu por dois gols de diferença. O time fez 2 a 0 no Arapongas, em Paranavaí, e 4 a 2 no Iraty, em Irati. Se repetir esses placares, o Furacão elimina o jogo de volta - o que não aconteceu na primeira fase, quando perdeu para o Rio Branco-AC fora (na volta, fez 3 a 1 e passou de fase).    

veja também