MENU

Em jogo fraco, misto da Itália empata com a Suiça; Sérvia bate Camarões

Em jogo fraco, misto da Itália empata com a Suiça; Sérvia bate Camarões

Atualizado: Sábado, 5 Junho de 2010 as 6:24

Em um jogo muito fraco, prejudicado pelo medo de novas lesões após dois dias de bruxa solta nas vésperas da Copa do Mundo, Suiça e Itália ficaram em um entediante empate em 1 a 1 em Genebra na tarde deste sábado, no último amistoso de ambas antes de embarcaram para a África do Sul.

Muito da baixa qualidade técnica da partida pode ser creditado ao medo das duas equipes de perderem jogadores com lesões em um momento em que diversas seleções ganham novas preocupações com desfalques. Só neste sábado, Robben, Mikel, Nani, Skrtel e Konno se machucaram ou foram cortados. Com isso, o que se viu no estádio de Genebra foi jogadores de Suiça e Itália tirando o pé de divididas e se poupando.

A própria seleção italiana já sabe bem os riscos destes amistosos, tanto que Pirlo e Camoranesi, que saíram de campo machucados após a derrota frente ao México no meio de semana, voltaram para a Itália e seguem como dúvidas para a Copa. Para não perder mais titulares, Marcelo Lippi poupou alguns de seus principais jogadores. Buffon, Canavarro, De Rossi, Iaquinta, Di Natale e Gilardino começaram no banco.

Com isso, cresceu a responsabilidade de Montolivo. O camisa 22 foi o escolhido por Lippi para ser o substituto de Pirlo e pode desempenhar esta função inclusive na Copa do Mundo. O meia da Fiorentina, porém, não foi bem, e, com isso, os italianos pouco criaram no jogo todo. Para piorar, foi dele a falha de marcação do gol suíço.

Aos 10min da primeira etapa, Inler carregou a bola com espaço, Montolivo tentou fazer o corte mas passou seco pelo corte do suíço, que teve tranqüilidade para bater forte, de esquerda, no canto esquerdo baixo de Marchetti, que pulou atrasado e viu o time da casa abrir o placar.

O empate aconteceu logo em seguida. Montolivo cruzou na esquerda, Senderos cortou, mas a bola seguiu no alto. Benaglio saiu muito mal, ficou pelo meio do caminho, e Quagliarella aproveitou par tocar de cabeça no canto esquerdo, sem goleiro.

As emoções do jogo pararam por aí. De resto, apenas um chute torto de Behrami, que aproveitou furada bisonha de Frei no meio da área. Outro lance de destaque, mas negativo, foi um soco de Gattuso no queixo de Gelson Fernandes. O juiz não viu e o italiano ficou sem punição.

Na segunda etapa, o jogo ficou mais pegada, com algumas faltas até mesmo preocupantes, mas os ataques não funcionaram. O goleiro suíço Wolfli, que entrou no intervalo, saiu de campo sem fazer nenhuma defesa. Marchetii também mal pegou na bola na segunda etapa. Movimentação só nos bancos, com diversas alterações. Lippi testou o time mais ofensivo, chegando a trocar Gattuso por Iaquinta, ficando com quatro atacantes, o que nada adiantou.

Sérvia x Camarões

Se Itália e Suiça atacaram pouco e fizeram um jogo sem graça, o mesmo não pode ser dito sobre Sérvia e Camarões. Em uma partida de sete gols em Belgrado, os europeus venceram de virada por 4 a 3, marcando quatro vezes somente no primeiro tempo.

A seleção africana, que não venceu nenhuma vez nesta fase de preparação, chegou a abrir 2 a 1 com 20min, dois gols de Webo e Krasic descontando. Aos 25min, Stankovic empatou. Nos acréscimos do primeiro tempo, Milijas e Pantelic ampliaram para os donos da casa. Na metade do segundo tempo, Moting descontou.

Às vésperas da Copa, Camarões empatou com Geórgia e Eslováquia e perdeu por 3 a 1 para Portugal, além da derrota deste sábado. Agora só volta a campo no dia 14, já pela Copa, para enfrentar o Japão. Já a Sérvia, que empatara com a Polônia e perdera para a Nova Zelândia, conquistou sua primeira vitória. Estréia na Africa do Sul no dia 13, contra outro africano: Gana   fonte: uol.com.br

veja também