MENU

Em mais uma noite iluminada, Fábio faz a diferença e garante empate

Em mais uma noite iluminada, Fábio faz a diferença e garante empate

Atualizado: Quinta-feira, 3 Março de 2011 as 10:33

Ao deixar o gramado do Estádio Manuel Toro, em Ibagué, o goleiro Fábio, mais uma vez, marcou seu nome na história do Cruzeiro. Pela segunda vez, o camisa 1 celeste não sofre gols nas três primeiras partidas da equipe na Libertadores.

- Fico muito feliz por esse feito. Mas isso é mérito de todo o grupo, que soube se portar bem dentro de campo. Poderíamos ter saído com a vitória se tivéssemos mais tranquilidade, mas o ponto conquistado tem que ser valorizado – declarou.

Em 2008, Fábio não foi vazado contra Potosí, da Bolívia, San Lorenzo, da Argentina, e Caracas, da Venezuela. Somente o goleiro Raul pode se vangloriar de tal feito, já que em 1977 o arqueiro não viu suas redes balançarem contra a Portuguesa, da Venezuela, nem nos dois jogos contra o Internacional, pelas semifinais. Por ser campeã do ano anterior, a Raposa já entrou nas quartas de finais da competição daquele ano.

Nos próximos jogos pela competição continental, Fábio terá a chance de superar Raul duas vezes. Se não sofrer gol do Tolima, no próximo jogo, dia 16, Fábio chegará ao feito inédito de quatro partidas seguidas invicto na competição. Além disso, ao término da fase de grupos, Fábio ultrapassará o goleiro da camisa amarela em número de partidas feitas no torneio continental. O arqueiro celeste contabiliza 39 jogos, juntamente com o volante Marquinhos Paraná, enquanto Raul tem 40 partidas.

Pênalti

A defesa no pênalti batido pelo atacante Medina também mostra uma marca expressiva de Fábio no quesito penalidade. São 11 pênaltis defendidos ao longo de seis temporadas no clube.

O goleiro comentou sobre a cobrança do colombiano.

- Tentei esperar ao máximo na hora da cobrança e graças a Deus fui no canto certo. Foi muito importante para a gente sair daqui com um ponto – concluiu Fábio.    

veja também