MENU

Em meio à crise, nem convocação faz Ronaldinho sorrir na volta ao Rio

Em meio à crise, nem convocação faz Ronaldinho sorrir na volta ao Rio

Atualizado: Quinta-feira, 22 Setembro de 2011 as 5:08

Convocado para defender a Seleção Brasileira no Superclássico das Américas, contra a Argentina, na próxima quarta-feira, em Belém, e para os amistosos contra a Costa Rica, dia 7 de outubro, em San José, e México, quatro dias depois, em Torreón, Ronaldinho Gaúcho desembarcou na tarde desta quinta-feira com a delegação rubro-negra sem o habitual sorriso. Reflexo do longo jejum de dez jogos sem vitória no Brasileirão, recorde negativo do clube em toda a história do campeonato.

Ronaldinho chega ao Rio com semblante fechado: convocado por Mano Menezes,

mas com Fla em má fase (Foto: Janir Júnior / GLOBOESPORTE.COM)

  No empate por 1 a 1 com o Atlético-MG na noite desta quarta-feira, na Arena do Jacaré, Ronaldinho Gaúcho fez um gol e teve destacada atuação no segundo tempo. Suspenso por ter levado o terceiro cartão amarelo, o jogador desfalcará o time sábado, diante do América-MG, no Engenhão. Por conta da convocação, o camisa 10 também ficará fora contra Fluminense (09/10) e Palmeiras (12/10). Ele também não vai participar da primeira partida das oitavas de final da Copa Sul-Americana, provavelmente contra a Universidad de Chile, no dia 5 de outubro, no Engenhão.

A delegação passou rapidamente pelo saguão do Santos Dumont. O zagueiro Welinton e o lateral-esquerdo Junior Cesar foram escalados pela assessoria de imprensa para as entrevistas. Dos últimos 30 pontos disputados, a equipe somou apenas cinco, e não venceu uma única vez na sequência de dez partidas. Não houve manifestação de torcedores no local. A movimentação intensa no aeroporto ficou por conta de pessoas que chegam à capital carioca para curtir o Rock in Rio ou aquelas que esperam pelas atrações do festival. 

Qualquer resultado que não seja a vitória diante do América-MG deflagrará a crise ainda contida na Gávea. O jogo será às 18h (de Brasília). O Flamengo tem 38 pontos e está em sexto na tabela, fora da zona de classificação para a Libertadores da América.          

veja também