MENU

Em semana de decisão, Juan é escalado para driblar polêmicas

Em semana de decisão, Juan é escalado para driblar polêmicas

Atualizado: Quarta-feira, 23 Novembro de 2011 as 2:43

Juan evitou polêmicas na coletiva desta quarta-feira

(Foto: Wagner Eufrosino / Globoesporte.com) Semana de clássico, jogo decisivo, chance de ainda salvar o ano e conquistar a tão sonhada vaga na Taça Libertadores da América de 2012. Por isso, quanto menos polêmica melhor. Até por isso, a assessoria do São Paulo tem tomado cuidado em selecionar os atletas que irão dar entrevista nesta semana. Personagens como Rogério Ceni, Dagoberto e Luis Fabiano, conhecidos por “falarem demais” estão vetados.

Nesta quarta-feira, o lateral-esquerdo Juan, um dos mais experientes, foi o escolhido para falar. E, claro, usou das respostas óbvias durante a conversa com os jornalistas. Ao ser questionado se o trabalho feito por Emerson Leão o credenciava a continuar em 2012, o defensor respondeu.

- Aí fica a cargo da diretoria. Jogador tem de saber o seu lugar e esperar a decisão.

Na sequência, perguntado se em caso de vitória no domingo, o time estará classificado para a competição sul-americana, já que o Santos, adversário da última rodada, deverá mandar um time completamente reserva a campo, já que no dia seguinte, embarcará para o Japão para a disputa do Mundial de Clubes da Fifa.

- Não podemos pensar no Santos. Temos que focar no Palmeiras porque necessitamos da vitória. É preciso dar um passo de cada vez. E o que Juan achou do fato do presidente Tirone ter oferecido bicho dobrado aos atletas em caso de vitória?

- Bicho sempre motiva mais. Mas tomara que tenha chegado a nossa hora de vencer um clássico para que possamos conseguir a vaga na Libertadores.

E o tabu tricolor nos  clássicos?

- Cada jogo tem sua história e teve um motivo para não termos vencido. Não adianta ficar pensando no passado. É entrar em campo e pensar na vitória.

Após 20 minutos e nenhuma polêmica criada, Juan deixou a sala de imprensa sorrindo...        

veja também