MENU

Emerson faz questão de vetar oba-oba e avisa: Estou de volta

Emerson faz questão de vetar oba-oba e avisa: Estou de volta

Atualizado: Sexta-feira, 26 Novembro de 2010 as 7:30

O Sheik voltou. Depois de desfalcar o Fluminense durante quase todo o segundo turno – jogou apenas contra o Botafogo, pela 30ª rodada -, Emerson reforça a equipe domingo, às 17h (de Brasília), contra o Palmeiras, na penúltima partida no Brasileirão, e deve ser titular. Recuperado da torção no tornozelo esquerdo que o tirou dos últimos seis jogos, o atacante, que já tinha se recuperado de um estiramento na coxa esquerda que o fez ficar parado por 42 dias, agradeceu o empenho de todos no clube pelo seu retorno e não escondeu a empolgação.

- Saía de casa muito cedo todos os dias para tratar a lesão. Muitos profissionais me ajudaram e deram condições de jogar. Quando o jogador vai para o DM, vê a tristeza de quem o ajudou. É muito ruim. Mas passou e estou de volta.

Entretanto, o entusiasmo de Emerson se faz presente somente quando o assunto é sua volta aos gramados. Ao comentar a condição do Flu no Brasileirão, ele adota um discurso mais precavido. Com 65 pontos, a equipe é líder e está a 180 minutos do título, mas o oba-oba está vetado nas Laranjeiras. - Temos um time experiente e maduro. O treinador também conhece muito bem isso. Acho que ele também sente essa ansiedade, mas o momento é de tranquilidade. Não podemos entrar no oba-oba. É preciso ficar um pouco em casa, com a família, evitar alguns ambientes... É normal que o torcedor se empolgue.

Não somente o torcedor como também a imprensa. Nas últimas semanas, a movimentação nas Laranjeiras tem sido acima do comum e até veículos estrangeiros têm marcado presença. Emerson fica feliz pelo Tricolor estar no centro das atenções, mas volta a pedir pés no chão.

- É gratificante pelo ano todo. Alguns jogadores até no ano passado viveram o momento contrário ao de hoje. É uma valorização do que foi feito todos os dias treinando, concentrando, deixando de buscar os filhos na escola... É um reconhecimento de tudo que abrimos mão. Mas vale lembrar que o Fluminense não ganhou nada e está disputando com Corinthians e Cruzeiro.

O Sheik foi mais um a refutar a possibilidade de o Palmeiras facilitar a partida de domingo para prejudicar o Corinthians e disse ainda que não acredita neste tipo de postura.

- Nunca nem na Arábia vi um cara falar em entregar um jogo. Não acredito nisso. Se o Fluminense for campeão, estou convicto que é pela dedicação, pelo trabalho, pelo tanto que trabalhamos durante o ano.

Com 65 pontos, o Fluminense é o primeiro colocado no Brasileirão, seguido pelo Corinthians, que tem 64, e o Cruzeiro, com 63.

veja também