MENU

Empolgação contra desespero: Inter, desfalcado, recebe o Atlético-PR

Empolgação contra desespero: Inter, desfalcado, recebe o Atlético-PR

Atualizado: Quarta-feira, 6 Julho de 2011 as 10:01

Inter: oitavo colocado, com cinco jogos sem derrotas, duas goleadas seguidas e melhor ataque do Brasileirão. Atlético-PR: lanterna do campeonato, dono de apenas um ponto em 21 disputados e autor de dois gols em sete jogos. É na prática do jogo que o Furacão tentará minimizar a enorme discrepância entre sua campanha e a do Colorado na largada do Nacional. As duas equipes, em momentos diametralmente opostos, se enfrentam às 19h30m, no Beira-Rio.

  Os gaúchos vão a campo em seu melhor momento no Brasileirão, mas com desfalques importantes. Não terão Juan, Tinga e D'Alessandro, mas contarão com Oscar, momentaneamente liberado da seleção brasileira sub-20. O Atlético-PR tentará iniciar o processo de renascimento no campeonato ainda antes da chegada de Renato Gaúcho, seu novo técnico. O interino Leandro Niehues tem dúvidas no time.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partida em Tempo Real, com vídeos. O Premiere 1, pelo sistema pay-per-view, mostra para todo o Brasil. O encontro entre a empolgação colorada e o desespero rubro-negro terá arbitragem de Paulo César Oliveira (SP), auxiliado por Carlos Berkenbrock (SC) e Vicente Romano Neto (SP).

Internacional : o Inter tenta embalar de vez no Brasileirão. Com cinco jogos de invencibilidade e duas goleadas seguidas, os colorados podem alcançar o G-4 do Brasileirão no caso de nova vitória. O jogo é um desafio para o elenco vermelho, afetado por três ausências na base do time responsável pelo crescimento das últimas rodadas.

Atlético-PR: mesmo se vencer nesta quarta-feira, o Furacão permanece na zona de rebaixamento, já que tem seis pontos a menos que o Atlético-GO, primeiro fora da zona de rebaixamento. Porém, uma vitória pode trazer tranquilidade ou, pelo menos, diminuir a pressão sobre o time que terá novo técnico a partir de quinta-feira.

Internacional: Falcão fez muito mistério na montagem do time. Fechou dois treinamentos seguidos, algo inédito desde que chegou ao Beira-Rio - ele costuma trabalhar em privacidade apenas uma vez por semana. A principal dúvida está no meio-campo. Bolatti deve acompanhar Guiñazu na dupla de volantes, e Ricardo Goulart é o mais provável companheiro de Oscar, que voltou de última hora da seleção brasileira sub-20. Escalação: Muriel, Nei, Bolívar, Índio e Kleber; Bolatti, Guiñazu, Ricardo Goulart e Oscar; Zé Roberto e Leandro Damião.

Atlético-PR: em seu último jogo antes de dar lugar a Renato Gaúcho, Leandro Niehues faz mistério. Na segunda-feira, ele comandou um treino fechado. Na terça, a equipe realizou apenas um rachão. Renan Rocha, Fabrício e Deivid devem ser as novidades. Kleberson, Adaílton e Edigar Junio também podem ser titulares. A provável escalação: Renan Rocha; Wendel, Manoel, Fabrício e Marcelo Oliveira; Deivid, Cleber Santana, Paulo Baier e Madson; Adaílton (Kleberson) e Nieto (Edigar Junio).

Internacional: o Inter não tem o zagueiro Juan, a serviço da seleção brasileira sub-20, o volante Tinga, lesionado, e o meia D'Alessandro, suspenso. E segue sem o zagueiro Sorondo e o meia Andrezinho, em recuperação de lesões.

Atlético-PR: O volante Paulo Roberto, desfalque nos últimos seis jogos, segue em recuperação de lesão no tornozelo. O atacante Guerrón cumpre suspensão pelo terceiro cartão amarelo. O atacante Santiago Garcia, El Morro, já está regularizado e liberado para estrear, mas ficou em Curitiba e também não enfrenta o Internacional.

Internacional: Bolatti e Guiñazu.

Atlético-PR: não há jogadores pendurados.

Zé Roberto (atacante do Internacional): Zé Roberto virou um dos destaques do Inter nas últimas rodadas do Brasileirão. Titular de Falcão desde a final do Gauchão, o jogador melhora, a cada rodada, o entrosamento com Leandro Damião. Jogador de movimentação, com forte capacidade de criação, ele foi um dos melhores em campo na goleada de 4 a 0 sobre o Atlético-MG, na última rodada. Fez um gol na partida.

Madson (meia do Atlético-PR): o Baixinho, que marcou um dos dois gols do Atlético-PR no Campeonato Brasileiro, está confirmado entre os titulares. Madson recuperou a titularidade nas últimas rodadas e espera continuar entre os 11.

Paulo Roberto Falcão (técnico do Internacional): "O objetivo sempre é de ganhar os jogos. Vamos enfrentar um adversário em dificuldade, que vai procurar somar pontos, que deve se fechar. Temos alguns desfalques, que passam a ser importantes, mas temos jogadores que vão entrar e que estão muito motivados. Sempre valorizei os jogadores que não estavam atuando no momento. Eles têm que estar sempre muito ligados".

  Paulo Baier (meia do Atlético-PR): “A gente sabe da importância para nós desse jogo. Um jogo importante, em que a gente precisa somar pontos. Nada melhor do que jogar contra o Inter e de repente conseguir uma vitória. Isso dá um ânimo maior, principalmente para o nosso grupo. Tem a chegada do Renato também. Então, a gente está com o pensamento de buscar essa vitória”.

* Quem venceu mais? Confira o histórico do confronto na Futpédia.

* Internacional e Atlético-PR já se enfrentaram 18 vezes em Porto Alegre na

história do Campeonato Brasileiro. Na capital gaúcha, foram oito vitórias do Inter, oito empates

e duas vitórias do Furacão. O Colorado não perde para os paranaenses no Beira-Rio, pelo Brasileirão, há quase 13 anos (ou dez jogos). A última vitória atleticana no estádio foi dia

3 de outubro de 98, quando venceu por 1 a 0, gol de Warley.

* O mando de campo não é um fator muito determinante nos confrontos entre Internacional e Atlético-PR pelo Campeonato Brasileiro. Em 35 jogos, apenas 14 terminaram com vitórias das equipes da casa. O Inter venceu oito vezes em Porto Alegre, e o Furacão saiu triunfante por cinco vezes em Curitiba.

O último confronto entre Atlético-PR e Internacional teve o equilíbrio como marca principal. Em jogo disputado na Arena da Baixada, coube ao artilheiro da era dos pontos corridos, Paulo Baier, garantir a vitória do Furacão por 1 a 0. Da meia-lua, o experiente jogador cobrou falta com perfeição no ângulo direito de Abbondanzieri. A partida ainda teve as expulsões de Ivan Gonzalez, pelos donos da casa, e de Daniel, pelos visitantes.          

veja também