MENU

Empolgado, Bruno Uvini se coloca à disposição de Leão para o clássico

Empolgado, Bruno Uvini se coloca à disposição de Leão para o clássico

Atualizado: Terça-feira, 22 Novembro de 2011 as 3:50

Cria das categorias de base de Cotia, Bruno Uvini jamais teve espaço no time titular do São Paulo. Em 2011, quando começava a ganhar destaque e ser aproveitado por causa dos títulos conquistados com a Seleção Brasileira sub-20 (Sul-Americano e Mundial), ele sofreu uma fratura por estresse na perna direita. Recuperado, aparece como favorito na briga com João Filipe pela vaga de Xandão no clássico do próximo domingo, contra o Palmeiras, no estádio do Pacaembu, pela penúltima rodada do Campeonato Brasileiro.

Bruno Uvini será testado no time titular nos coletivos desta semana (Foto: Luiz Pires / VIPCOMM) Questionado sobre o assunto, o técnico Emerson Leão deixa clara qual será sua preferência pelo menos nos treinamentos.

- Tenho o João Filipe, o garoto (Bruno Uvini) e o Luiz Eduardo. O Filipe está em recuperação, mas aproveitou o tempo que ficou fora para pensar algumas coisas. Já o garoto está voando na empolgação. Não sou eu quem vai definir, são os treinamentos que faremos na semana – afirmou o treinador, que comandará um coletivo na manhã desta quarta-feira, no CT da Barra Funda. Bruno Uvini aparece como favorito porque Leão ficou muito incomodado com a atitude de João Filipe durante os jogos. O técnico gosta de zagueiros que joguem sério e, principalmente, de maneira simples. Já o ex-beque do Botafogo tem como uma de suas principais características dar arrancadas ao ataque.

O capitão da Seleção Brasileira sub-20 não quer entrar em polêmica. Após ter atuado alguns minutos contra o América, está à disposição de Leão para o final de semana.

- Venho treinando muito forte e, com os minutos que atuei no sábado, deu para sentir um gostinho. Se o Leão precisar de mim, estou pronto. Deu para perceber que o Leão gosta de zagueiro rebatedor e também sei jogar dessa maneira. Quero muito ajudar o time a vencer e a continuar na briga por uma vaga na Libertadores – ressaltou.

A falta de ritmo não preocupa o defensor de 20 anos.

- Sou um cara que nunca havia tido problemas de contusão até essa temporada, quando fiquei cinco meses parado. Mas agora é passado, estou me sentindo muito bem e com muita vontade de jogar. Não posso reclamar de 2011, afinal foi um ano em que conquistei dois títulos pela Seleção que vão ficar marcados na minha carreira. Agora é trabalhar duro na semana e esperar. Espero que possa ter uma chance – disse.

veja também