MENU

Empresário defende silêncio de 'Spider': 'Não se discute com maluco'

Empresário defende silêncio de 'Spider': 'Não se discute com maluco'

Atualizado: Sexta-feira, 21 Outubro de 2011 as 12:47

Chael Sonnen deve continuar sem resposta de

Anderson Silva(Foto: Divulgação/UFC) A maioria dos fãs de Anderson Silva já não aguenta mais o silêncio do brasileiro diante das desrespeitosas alfinetadas e provocações do lutador Chael Sonnen. Se muitos pensam que ''Spider'' pretende declinar a revanche com o americano, caso o UFC determine, o empresário do campeão, Ed Soares, garante que isso jamais vai acontecer. Além disso, o representante afirma que o silêncio de Anderson é apenas um modo de ''diminuir' Sonnen.

- Esta decisão (de lutar diante de Sonnen) não é nossa. Quem decide é o UFC. Não achamos que o Chael mereça enfrentar o campeão agora, mas nunca negamos uma luta ao Ultimate e não será diferente dessa vez. Mas o silêncio do Anderson diz mais do que mil palavras. Não se discute com maluco - disse Ed Soares.

Há duas semanas, Chael Sonnen derrotou Brian Stann pelo UFC 136. Após a vitória, o americano fez questão de pegar o microfone e desafiar, com insultos, Anderson Silva. Sem muita paciência para falar sobre o assunto, Ed acredita que Sonnen usa o brasileiro para apenas atrair mídia e se promover.

Chael Sonnen e Anderson Silva em cena de

"Como Água", filme do ''Spider' (Foto: Divulgação) - Ninguém falava deste cara como estão falando agora. Ele quer chamar atenção e está conseguindo. Provocando o Anderson é a única forma do Chael Sonnen ter audiência. Por isso mesmo que ele não vai responder. É a melhor coisa que ele faz - completou.

Anderson perto de encerrar a carreira

Aos 36 anos, Anderson Silva tem apenas mais quatro lutas em seu atual contrato com o UFC. De acordo com Ed Soares, a o ''Spider'' não pretende renovar, já que tem a intenção de terminar sua história no esporte ainda no auge.

- Ele tem quatro lutas no contrato, mas dificilmente vamos renovar. É interessante encerrar a história de uma forma vitoriosa, lutando bem. Mas isso ainda pode mudar, precisamos conversar e pensar com calma - explicou Ed.           

veja também