MENU

Especialista em desarmes, Willians é quem mais faz faltas no Brasileirão

Especialista em desarmes, Willians é quem mais faz faltas no Brasileirão

Atualizado: Terça-feira, 14 Junho de 2011 as 3:47

 De Ronaldinho Gaúcho, Willians ganhou o apelido de pitbull. Justo pelo talento do volante de “morder” os adversários e fazer desarmes. De Vanderlei Luxemburgo, o pitbull ganhou coleira. O técnico quer que o jogador acerte a marcação e evite faltas e cartões. Há pelo menos um mês, Luxa intensificou os treinos com o camisa 8. São exercícios que trabalham o momento certo de dar o bote no adversário.

Passados quatros jogos do Campeonato Brasileiro, os números indicam que a dupla terá de trabalhar mais. Maior ladrão de bolas da última edição do Carioca, Willians passou a fazer mais faltas do que desarmes. Na primeira rodada, na vitória por 4 a 0 sobre o Avaí, foram dez desarmes e quatro faltas. Na quarta, no empate por 1 a 1 com o Atlético-PR, fez seis faltas e roubou três bolas.     No Flamengo desde 2009, Willians sempre figurou entre os melhores do país na hora de destruir jogadas. No ano da conquista do hexa, foi eleito o segundo melhor volante do Brasileirão. Em 2010, apesar da campanha ruim do Rubro-Negro, foi eleito o terceiro melhor da posição. O jogador fez muito mais desarmes do que faltas na temporada passada. Em 29 jogos, foram 135 roubadas de bola (média de 4,6 por partida) e 69 infrações (média de 2,3). Na edição atual, a média de desarmes é ligeiramente inferior: 4,5 (18 desarmes) contra 4,7 (19 faltas). É o jogador mais faltoso da competição e divide o posto de maior ladrão de bolas com Wellington, do São Paulo.

No próximo domingo, o Flamengo enfrenta o Botafogo, às 16h, pela quinta rodada. O Rubro-Negro é o 11º na tabela, com seis pontos. O Alvinegro é o quinto, com sete.        

veja também