MENU

Esperança para a Fiel: Palmeiras é a maior vitíma de Ronaldo em clássicos

Esperança para a Fiel: Palmeiras é a maior vitíma de Ronaldo em clássicos

Atualizado: Sexta-feira, 22 Outubro de 2010 as 8:24

Nada como um clássico contra o maior rival para Ronaldo apagar o incêndio corintiano. Cobrado pela torcida pela primeira vez desde que foi contratado, o Fenômeno tem contra o Palmeiras, neste domingo, às 16h, no Pacaembu, a chance de acalmar os ânimos da Fiel. O craque, aliás, vai atrás da quebra de um tabu. Apesar de ter bons números em clássicos pelo Timão e de ter feito do adversário sua grande vítima nos duelos estaduais, o camisa 9 ainda não sabe o que é vencer o Verdão.

Foi contra o Alviverde que Ronaldo deu início à idolatria dos torcedores. No dia 8 de março de 2009, nos minutos finais do duelo em Presidente Prudente, pelo Paulistão, ele subiu mais alto que a defesa rival e marcou de cabeça. Era o primeiro gol dele com a camisa alvinegra. Na comemoração, o pentacampeão subiu no alambrado e foi acompanhado pelos torcedores. A grade não resistiu e caiu.

No segundo encontro com o Palmeiras, em 26 de julho de 2009, Ronaldo fraturou a mão esquerda, ficando dois meses fora dos gramados e atrapalhando todo o planejamento. Para piorar, o Verdão não teve piedade e venceu por 3 a 0, também em Presidente Prudente, pelo Campeonato Brasileiro, com três gols do centroavante Obina.

Quando voltou, o Fenômeno foi outra vez decisivo. Em 1 de novembro, Palmeiras e Corinthians empataram por 2 a 2, em Prudente, pelo Brasileirão. Mesmo necessitando de um melhor condicionamento físico, o ídolo não decepcionou e marcou os dois gols do Timão.

Três jogos, três gols, mas nenhuma vitória. Se o Verdão é o time que mais sofreu gols de Ronaldo em clássicos, o São Paulo foi o que mais perdeu. Em quatro duelos, são três vitórias do Corinthians e apenas um empate. Já diante do Santos são duas vitórias do clube do Parque São Jorge, um empate e um revés. O camisa 9 fez dois gols em cada um.

Na soma geral, a Fiel pode se animar com o retrospecto de Ronaldo. Desde que assino contrato com o Corinthians, o Fenômeno obteve seis vitórias, quatro empates e somente duas derrotas, com sete gols marcados.

O Corinthians precisa muito daquilo que Ronaldo melhor saber fazer: balançar as redes. Há sete jogos sem vencer, o Timão está quatro pontos do abaixo do líder Cruzeiro e necessita de um resultado positivo para seguir na briga pelo título.

Por: Carlos Augusto Ferrari e Leandro Canônico

veja também