MENU

'Espero chegar ao fim do TUF com um ou dois campeões mundiais' diz presidente do UFC

Espero chegar ao fim do TUF com um ou dois campeões mundiais

Atualizado: Quarta-feira, 21 Março de 2012 as 11:16

Foram cerca de 500 inscritos, mas só 32 tiveram a oportunidade de participar do primeiro episódio do The Ultimate Fighter - Em busca de campeões, reality show do UFC que começa a ser exibido pela TV Globo no próximo dia 25. No primeiro episódio, metade já é eliminada. Apenas 16 seguem para a casa do programa, e os dois campeões de cada categoria, um do peso-pena e um do peso-médio, assinarão automaticamente um contrato com o Ultimate. Mas os perdedores também têm chance de fazer parte do elenco do maior evento de MMA do mundo. Para isso, basta agradar ao público e ao chefe.

- Eu espero chegar no fim com pelo menos cinco ou seis caras que são extremamente talentosos, e um ou dois caras que podem virar campeões mundiais. Eu quero caras que são completamente dedicados, entregaram a vida para isso, e a única coisa com que se importam é virar um campeão do mundo - explicou o presidente do UFC, Dana White, em um vídeo exclusivo da seleção do TUF.

O dirigente também mostrou seu ponto de vista sobre o TUF. Segundo Dana White, há uma diferença entre o reality show do UFC em comparação com outros programas similares.

- Na maioria dos reality shows, você investe muito tempo para assistir e, quando o programa termina, essas pessoas simplesmente desaparecem. Então, se você sentar e assistir ao programa por 13 semanas, não é um completo desperdício do seu tempo. Você pode continuar a seguir seu cara favorito por toda a carreira - disse Dana White.

Avaliação de 'currículos' e provas práticas

Para chegar aos 32 nomes do primeiro episódio, o UFC fez uma espécie de "peneira" com os lutadores. Primeiro, analisou os cartéis dos atletas, e mais de 100 já foram eliminados. Os que passaram foram chamados para exibições práticas em São Paulo.

Nessas exibições, os lutadores começaram mostrando suas habilidades na luta de solo. Eles tiveram apenas 90 segundos para isso. Os aprovados, então, passaram para demonstrações na trocação. Somente os que passaram por essas duas etapas chegaram às entrevistas. Tudo comandado por Joe Silva, diretor técnico do UFC e homem responsável por organizar os cards dos eventos.

- Somos forçados a fazer cortes, não dá para escolher todo mundo. Não significa que vocês foram mal na manopla, mas tivemos que escolher as pessoas com o melhor cartel até agora. Se você não passou por essa etapa, continue trabalhando no seu cartel. Tomara que vocês sejam escolhidos no futuro - disse Joe Silva aos eliminados.

Dana White explica que o processo de entrevistar os candidatos é uma parte muito importante do programa.

- Temos que arrancar coisas desses caras e tentar descobrir quem eles são, o que faz eles pensarem e qual a personalidade deles. (…) Esses caras se tornam conhecidos e viram grandes estrelas. E têm a oportunidade de se tornar campeões do mundo. Essa se tornou uma boa maneira de acharmos lutadores talentosos no mundo inteiro - declarou o presidente do Ultimate.

veja também