MENU

'Estou me sentindo como uma criança com um amigo novo', diz Nenê

'Estou me sentindo como uma criança com um amigo novo', diz Nenê

Atualizado: Quarta-feira, 21 Julho de 2010 as 12:17

Nenê voltou à infância para poder descrever a sensação de treinar novamente com a Seleção depois de se ausentar por três anos. Olha para o alto, abre um sorriso e diz: "Estou me sentindo como uma criança com um amigo novo". Embora muitos ali sejam velhos conhecidos, o reencontro é sempre difícil. Ao longo das últimas temporadas, problemas contratuais, de saúde e lesões constantes deixaram o pivô longe da equipe. Sua última participação foi no Pré-Olímpico de Las Vegas, em 2007.  No início do ano, depois de uma visita de Rubén Magnano, o pivô do Denver Nuggets resolveu atender ao chamado do treinador e não quer decepcioná-lo.

- Estou ansioso com essa volta. Passado é passado. Tudo o que aconteceu na minha vida teve uma razão, mas eu sempre quis representar bem o meu país. Não gosto de ficar falando, fazendo propaganda de mim. O que posso dizer é que vou entrar para tentar fazer o meu melhor. Mas acho que o pessoal tem que tomar um pouquinho de cuidado  lá no Mundial, que vai ser o meu primeiro. É só ver uns vídeos que estão na internet - sorri. 

Nenê, que em abril sofreu uma uma hiperextensão no joelho esquerdo, sabe que a experiência dos jogadores selecionados, aliada ao conhecimento de Magnano, pode surpreender os adversários na Turquia.

- Eles não vão esperar pelo Brasil do passado, mas pelo Brasil que tem cinco jogadores de NBA e os jogadores experientes que atuam ou atuaram na Europa. A equipe que tem um treinador campeão olímpico.

Nenê só não conseguiu esconder a surpresa com o pedido de dispensa de Valtinho . Em 2007, o pivô fez campanha para que o armador voltasse a defender a Seleção. No retorno, ele conquistou a medalha de ouro no Pan Rio-2007. Às vésperas do início do treinamento no Rio, no começo deste mês, Valtinho alegou que não estaria 100% com a cabeça no trabalho já que queria ficar mais perto do filho pequeno.

- Fiquei surpreso. Valtinho estava sendo destaque, um dos melhores armadores no Brasil. A decisão dele me pegou de calça curta. Mas vai ser a oportunidade para o Raulzinho. Perdemos um armador experiente e ganhamos um jovem no grupo. 

veja também