MENU

Ex-recordista mundial, Felipe França vence os 50m peito em Guaratinguetá

Ex-recordista mundial, Felipe França vence os 50m peito em Guaratinguetá

Atualizado: Sexta-feira, 3 Dezembro de 2010 as 3:20

No estilo mais disputado da natação brasileira, o nado peito, Felipe França mantém a hegemonia na prova mais rápida. Nesta sexta-feira, o ex-recordista mundial venceu os 50m peito do Open de natação, na piscina de 25m de Guaratinguetá, em São Paulo.

- É a certeza de que estou fazendo um treinamento muito bom. E essa prova é só um treinamento para o Mundial – disse Felipe França, referindo-se à competição de Dubai, daqui a duas semanas.

Felipe França, que em 2009 chegou a garantir a melhor marca do mundo nos 50m peito (em piscina longa), esteve à frente desde o início. Mas foi após a virada dos 25m, no entanto, que o nadador do Pinheiros conseguiu abrir meio corpo de vantagem e bater em primeiro com o tempo de 26s78. João Junior fez 26s94 e ficou com a prata, enquanto Felipe Lima terminou em terceiro (27s14).

Lucas Salatta leva a melhor nos 100m borboleta

Nos 100m borboleta masculino, Lucas Salatta levou a melhor. O nadador do Minas completou a prova em 52s40, à frente de Glauber Silva, do Unisanta, com 52s43. Henrique Martins, do Pinheiros, fez o terceiro tempo, com 52s53. Principal nome da prova, Kaio Márcio preferiu se poupar para o Mundial de Dubai.

- Eu gostei. Queria ter feito um pouco melhor, mas é uma prova sempre exaustante. Sempre tento dar o meu melhor na piscina, e hoje consegui vencer.

Nos 200m costas, André Schultz, do Pinheiros, levou o ouro, com 1m53s62. Leonardo Fim, do Minas, foi prata, com 1m54s04, à frente de Leonardo de Deus, do Pinheiros, com 1m55s58.

Na prova feminina, Fernanda Alvarenga foi a vencedora, com 2m12s21. Rebeca Bretanha, com 2m14s29, levou a prata, com Larissa Cieslak em terceiro lugar, com 2m14s29. Nos 100m borboleta, Gabriela Silva foi a vencedora, com 58s29, à frente de Fabíola Molina (58s65) e Daniele Paoli (1m00s).

Nos 800m, Poliana Okimoto venceu o duelo com Ana Marcela Cunha. As duas últimas campeãs da Copa do Mundo nadaram na mesma série, mas a atleta do Corinthians teve o melhor tempo, com 8m39s79, contra 8m44s84. Joanna Maranhão, que nadou a série na noite de quinta, ainda ficou em segundo lugar, com 8m45s27.

Por: João Gabriel Rodrigues

veja também