MENU

Ex-técnico do Real Madrid recusa convite para assumir o Japão

Ex-técnico do Real Madrid recusa convite para assumir o Japão

Atualizado: Quarta-feira, 25 Agosto de 2010 as 9:54

O chileno Manuel Pellegrini, ex-técnico do Real Madrid, rejeitou convite para treinar a seleção japonesa, que deverá enfrentar Paraguai e Guatemala em amistosos no mês que vem sem um novo treinador, informa a imprensa nipônica nesta quarta-feira.

Hiromi Hara, diretor técnico da Associação de Futebol do Japão (JFA, sigla em inglês), explicou que Pellegrini não quer ficar "dois ou quatro anos" fora do mercado europeu, e o Japão também não pode pagar ao chileno um salário equivalente ao do Real Madrid.

O salário oferecido pela JFA ao novo técnico da seleção é de 200 milhões de ienes (1,87 milhões de euros) por ano, segundo a imprensa do país.

Hara, que comandará o time nos amistosos de setembro, reconheceu que ficaram mais difíceis as negociações para escolher o substituto de Takeshi Okada, que deixou o cargo ao final da Copa do Mundo da África do Sul, na qual os japoneses foram até as oitavas de final.

Além de Pellegrini, o espanhol Ernesto Valverde, atual treinador do Olimpiacos também recusou o convite, segundo a imprensa.

Apesar de a JFA não ter revelado detalhes das negociações, os jornais do Japão afirmam que há outros nomes cotados, como o espanhol Víctor Fernández (campeão mundial de clubes com o Porto, em 2004), o holandês Marco Van Basten e o mexicano Javier Aguirre, que comandou a seleção de seu país na África do Sul.

O Japão enfrentará ao Paraguai no dia 4 de setembro. Três dias depois, os japoneses encaram a seleção da Guatemala, em Osaka.

veja também