MENU

Experiência e força física: Inter analisa o Peñarol

Experiência e força física: Inter analisa o Peñarol

Atualizado: Terça-feira, 26 Abril de 2011 as 3:56

Falcão duvida que clima da partida influencie no jogo (Foto: Jefferson Bernardes / VIPCOMM)

  Conforme se aproxima o jogo de quinta-feira, contra o Peñarol, o Inter vai dissecando seu oponente. A análise será incrementada até o dia do jogo, mas já há uma impressão inicial sobre o time uruguaio. Chama a atenção, no Beira-Rio, a força física do oponente. E também é destaca a experiência do clube de Montevidéu em Libertadores da América. É o terceiro maior campeão do torneio, com cinco conquistas, em 60, 61, 66, 82 e 87. Fica atrás apenas de Independiente, com sete títulos, e Boca Juniors, com seis.

Paulo Roberto Falcão cita a experiência nos uruguaios no torneio. Por outro lado, não acredita que uma eventual pressão da torcida no Centenário possa ter influência na partida.

- Em relação ao ambiente, não muda nada. São sei lá quantas câmeras de televisão, internet, celular. Quando eu jogava a Libertadores, a coisa era um pouco pior. Agora o ambiente não entra em campo. Vamos enfrentar uma equipe de muita tradição. É com isso que temos que nos preocupar. O clima não joga – disse Falcão.

Falcão destaca também o ânimo do Peñarol pela classificação às oitavas de final da Libertadores. E observa que a capacidade física é um dos pontos fortes dos uruguaios.

- Vi um jogo em casa e um fora. Vi o trabalho feito no sábado (vitória de 3 a 1 sobre o Rampla Juniors). Naquele jogo, atuaram no 4-2-3-1. Está motivado, vem de três vitórias, volta animado. Tem boa imposição física.

O lateral-direito Nei também elogia o adversário. Mas aposta na capacidade técnica do Inter.

- O Peñarol tem tradição na Libertadores, marca forte, joga em uma linha de quatro. Vai ser um jogo pegado, e o que decide é a qualidade técnica.

O Inter visita o Peñarol às 19h30m (de Brasília) desta quinta-feira. É o primeiro duelo das oitavas de final da Libertadores.        

veja também