MENU

Expressinho do Vasco vence o América-MG antes da decisão

Expressinho do Vasco vence o América-MG antes da decisão

Atualizado: Segunda-feira, 30 Maio de 2011 as 8:16

O pequeno público (quase 5 mil presentes) em São Januário mostrava que as atenções da torcida estão voltadas para a partida contra o Coritiba, na próxima quarta-feira, pela final da Copa do Brasil. Mas dentro de campo, o Expressinho do Vasco não fez por menos, vencendo por 3 a 0 o América-MG, neste domingo, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro. Além de chegar à liderança da competição, com seis pontos ao lado do Atlético-MG - igualando com o Galo em todos os critérios de desempate - a equipe cruzmaltina agora tem o artilheiro da competição: Bernardo, com três gols.

A partir de agora, o Vasco terá uma sequência de três partidas contra o Coritiba. Nas duas próximas quartas-feiras, as duas equipes decidem o título da Copa do Brasil (o primeiro confroto será em São Januário). No domingo, os dois duelam no Couto Pereira, com seus times reservas, pela terceira rodada do Brasileiro. No mesmo dia, o América-MG, que soma três pontos, enfrenta o Internacional.

Quando a bola rolou, o Vasco parecia ainda pensar no próximo compromisso. Disperso, logo deixou-se envolver pelo América, que adotou uma postura ofensiva e pressionou o time da casa em seu campo defensivo. Fábio Júnior, Eliandro e Rodriguinho eram os jogadores mais perigosos da equipe mineira.

Agora artilheiro do Brasileirão, Bernardo comemora seu gol marcado sobre o América-MG (Foto: Alexandre Loureiro / FOTOCOM.NET)

  No entanto, foi o Vasco quem abriu o placar, exatamente na primeira vez em que se lançou ao ataque. Leandro recebeu a bola pela direita, invadiu a área e foi derrubado por Carleto. Bernardo cobrou o pênalti no canto direito de Flávio e fez 1 a 0 aos dez minutos. Foi o 11º gol do meia, que passou a ser o artilheiro da competição e do time na temporada.

Com a vantagem, o Vasco procurou se estabilizar, valorizando a posse de bola e aproveitando os espaços deixados pelo América-MG, que continuava a se lançar ao ataque. No entanto, a zaga mostrava-se insegura, proporcionando momentos de perigo para os cruzmaltinos. Na frente, Leandro e Élton se movimentavam, abrindo espaços para os homens de meio-campo. Assim, pouco antes do intervalo, Jéferson teve a chance de ampliar a vantagem num chute de fora da área, mas acertou a trave.

Vasco sofre pressão, mas amplia

O Vasco voltou para o segundo tempo com Enrico no lugar de Bernardo. Pensando na decisão da Copa do Brasil, o técnico Ricardo Gomes decidiu poupar aquele que é considerado o 12º jogador da equipe, mas seu substituto manteve o ritmo. Logo aos dois minutos, Jéferson fez grande jogada, colocando a bola entre as pernas de Leandro Ferreira e dando um passe preciso para o meia, que marcou o segundo.

Com uma vantagem ainda mais confortável, o Vasco recuou, limitando-se a sair nos contra-ataques. No entanto, o América passou a exercer forte pressão, se aproveitando da confusa atuação da defesa adversária. Os mineiros criavam boas oportunidades, mas falhavam, às vezes de forma grosseira, nas conclusões.

Se já estava difícil para o América-MG diminuir a diferença, a missão tornou-se impossível depois que Dudu foi expulso aos 33 minutos, levando o segundo cartão amarelo por falta em Jéferson. Com um jogador a mais, o Vasco conseguiu controlar a partida e, mesmo procurando se preservar para a Copa do Brasil, garantiu a co-liderança marcando o terceiro gol aos 45 minutos. Misael pedalou e cruzou para Élton completar: 3 a 0.          

veja também