MENU

Expulsão faz Grécia renascer e finalmente vencer em uma Copa

Expulsão faz Grécia renascer e finalmente vencer em uma Copa

Atualizado: Quinta-feira, 17 Junho de 2010 as 12:59

Até os 33 minutos do primeiro tempo, a Grécia estava morta. O time não jogava bem, perdia por 1 a 0 e dava sinais de que a apatia da estreia, na derrota para a Coreia do Sul, iria se repetir. Mas então o nigeriano Kaita mudou tudo. Sua expulsão, infantil, por um chute em Torosidis, causou uma grande mudança.

Com um jogador a mais, a Grécia foi para cima. O time que nunca tinha marcado gols em Copas do Mundo finalmente quebrou o tabu. Seis minutos depois do vermelho, Salpingidis, que foi reserva na estreia, finalmente balançou as redes. Era o fim da maldição: a Grécia jogou a Copa do Mundo de 1994 sem marcar nenhuma vez - incluindo três derrotas, uma delas por 2 a 0 para a Nigéria - e ainda perdeu por 2 a 0 para a Coreia do Sul na estreia no Mundial da África do Sul.

Um jogador a mais, aliás, foi a chave. Com a vantagem, o técnico Otto Rehhagel mudou. Tirou Papastathopoulos e colocou Samaras. E o time renasceu. A Grécia, que pouco atacava, passou a ser uma máquina ofensiva. O goleiro Eneyama fez um milagre antes da jogada que terminou no ngol de Salpingidis, no primeiro tempo.

No segundo, a pressão continuou. E o goleiro nigeriano seguia brilhando - como já tinha feito contra a Nigéria. Pegou uma bola de Kyrgiakos aos 10 minutos. Outra de Gekas aos 24. E, na mesma jogada, veio o lance do jogo para a Nigéria. No contra-ataque, Obasi perdeu o gol amis feito das Copas até agora. Sozinho, após o goleiro Tzorvas já ter feito um milagre, ele tinha o gol vazio. Tentou bater de primeira. A bola saiu ao lado do gol.

O goleiro nigeriano ainda fez mais um milagre: aos 23 minutos, Samaras cabeceou, livre. Eneyama pegou, em uma defesa difícilima, no mesmo nível da de Valladares, de Honduras, no jogo contra o Chile, na quarta-feira. Mas ele não é santo. E falhou. O melhor do jogo até os 25, ele não conseguiu segurar o chute de Tziolis. Torosidis, o mesmo que tinha levado Kaita à expulsão, aproveitou o rebote.

Foi a primeira virada da Copa do Mundo, que evita que a Argentina, de Maradona, seja o primeiro time classificado para as oitavas de final. Na última rodada, os gregos encaram a Argentina precisando de um resultado positivo. Já os nigerianos ainda podem se classificar. Para isso, precisam vencer a Coreia do Sul por bom saldo de gols e torcer contra a Grécia na partida contra Messi & Cia. Resta só saber se, da próxima vez, ninguém peça para ser expulso.

veja também