MENU

Expulso pela primeira vez no Fla, Angelim se diz inocente: 'Não foi falta'

Expulso pela primeira vez no Fla, Angelim se diz inocente: 'Não foi falta'

Atualizado: Quinta-feira, 12 Maio de 2011 as 2:02

Angelim ainda não digeriu a expulsão (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)

  Apesar da eliminação nas quartas de final da Copa do Brasil, a delegação rubro-negra recebeu apoio de torcedores no embarque de volta ao Rio de Janeiro. Os jogadores foram assediados, tiraram fotos, deram autógrafos, e ouviram palavras de incentivo pelo empenho no empate em 2 a 2 com o Ceará. Cria da terra, Ronaldo Angelim era um dos mais procurados. Mas o carinho não servia de conforto. A expulsão ainda incomodava o zagueiro. Foi o primeiro cartão vermelho recebido pelo jogador desde que se transferiu para o Flamengo, no início de 2006.

Angelim mostrou-se chateado com o árbitro Sandro Meira Ricci e com o auxiliar Roberto Braatz.

 - Revi o lance e concluí que não foi falta. O juiz nem marcou, quem marcou foi o bandeirinha. Foi ombro com ombro e eu estava até um pouco à frente. A minha expulsão foi determinante. Até eu ser expulso, estávamos em vantagem. Depois da expulsão, saiu o escanteio que originou o segundo gol. Dói, porque eu não queria ter atrapalhado. Peço desculpas aos meus companheiros, porque não era para ter ocorrido. Em todos esses anos de Flamengo, foi a primeira vez que fui expulso. E não tinha recebido nem amarelo ainda nesse ano. Dos oito cartões da partida, seis foram para o Flamengo. O árbitro pendurou todos os nossos jogadores de marcação - comentou, referindo-se às advertências a Felipe, Welinton, Willians e Egídio, além dos dois que recebeu.

O zagueiro espera que a torcida seja compreensiva com  o time. Para Angelim, a eliminação foi injusta. - O grupo está tranquilo, consciente de que fez um bom trabalho. Os jogadores têm de levantar a cabeça. Fizemos dois bons jogos, mas a bola não entrou.

A chegada da delegação ao Rio está prevista para 15h30m desta quinta-feira. O time volta a treinar nesta sexta, às 16h, no Ninho do Urubu. A próxima partida será no dia 21, contra o Avaí, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro.

O goleiro Felipe não está com o grupo. Foi liberado e viajou mais cedo para Salvador.

Pequeno torcedor tenta driblar segurança e chegar perto de R10 (Foto: Richard Souza / Globoesporte.com)        

veja também