MENU

Fabi admite alívio: 'Acaba esse negócio de único invicto'

Fabi admite alívio: 'Acaba esse negócio de único invicto'

Atualizado: Sexta-feira, 4 Fevereiro de 2011 as 10:04

Foram 11 jogos, um turno inteiro, e o Rio de Janeiro não sabia o que era perder na Superliga Feminina. Na abertura do segundo turno, contudo, o time carioca foi derrotado por 3 sets a 0 para o Macaé, no Ginásio do Tijuca. Para a líbero Fabi, o resultado não muda nada no planejamento da equipe, que já esperava o tropeço em algum momento, por causa do equilíbrio do campeonato.

- A gente não entra em quadra pensando nessas coisas. Agora acaba com esse negócio de único invicto. Não tem mais isso. É óbvio que a gente gostaria de ganhar todas as partidas, mas o campeonato é muito equilibrado. Não é assim. Elas não tinham tanta responsabilidade, sabiam que a pressão estava com a gente, o time não jogou seu melhor, e o Macaé está de parabéns – explicou Fabi.

Apesar de não dar tanta importância ao fim da invencibilidade, a líbero da seleção brasileira lamentou a atuação da equipe na noite de quinta-feira.

- O time jogou mal, abaixo do que vinha jogando. Um time que quer ficar entre os primeiros colocados não pode entrar da maneira que entramos. Mas o importante é manter a cabeça no lugar, porque tem muito campeonato. Ainda somos líderes – destacou.

Primeiro colocado do campeonato com 23 pontos (11 vitórias e uma derrota), o Rio de Janeiro volta a jogar na próxima quinta-feira, novamente no ginásio do Tijuca, às 19h30m (de Brasília). A equipe encara o São Caetano, pela segunda rodada do returno.

Por: Leo Velasco

veja também