MENU

Fácil? No 1º turno, Timão somou só oito pontos contra sete últimos

Fácil? No 1º turno, Timão somou só oito pontos contra sete últimos

Atualizado: Quarta-feira, 26 Outubro de 2011 as 11:39

Tite sabe que enfrentará times que dificultaram no 1º

turno (Foto: Mauro Horita/Agência Estado) Tite tem motivos de sobra para não se empolgar com os adversários que o Corinthians terá pela frente nas últimas sete rodadas do Campeonato Brasileiro. Mais do que o respeito aos clubes, o treinador tem como exemplo o primeiro turno. Diante dos mesmos rivais, o Timão viveu seu momento de maior instabilidade no torneio e somou apenas oito pontos, número que, agora, seria insuficiente para ser campeão e o colocaria em uma difícil situação até para chegar à Taça Libertadores.

Foi um período difícil para o Alvinegro, principalmente se comparado com a impressionante arrancada nas primeiras rodadas, quando chegou a fazer nove vitórias e um empate. Até os triunfos vieram com sofrimento: 2 a 1 sobre o América-MG, no Pacaembu, e 3 a 2, de virada, contra o Atlético-MG, em Ipatinga – perdia por 2 a 0 e só inverteu o placar na segunda etapa.

No mais, foram empates frente a Atlético-PR (1 a 1), na Arena da Baixada, e Ceará (2 a 2), em São Paulo, além de derrotas para Avaí (3 a 2), em Florianópolis, Figueirense (2 a 0), na capital paulista, e Palmeiras (2 a 1), em Presidente Prudente. Mesmo assim, o clube do Parque São Jorge encerrou o primeiro turno na liderança, com 37 pontos, um a mais que o Flamengo.   - Não vai haver jogo fácil. Estamos cientes disso. O Avaí ganhou do Flamengo, de nós e do Botafogo. O América-MG fez 4 a 1 no Vasco, e nós ganhamos deles aqui numa pressão danada. Eu assisti ao América-MG x Santos. Foi 1 a 0 para o Santos, que tem um dos melhores elencos do país, mas o América-MG era para ter empatado o jogo - lembrou Tite.

O Corinthians, aliás, viveu naquele momento alguns problemas que hoje se solucionaram. Destaque nos primeiros jogos, Danilo passou a ter atuações irregulares, fazendo o ataque perder força. Com isso, Alex ganhou espaço e se transformou em titular. Hoje, ambos são peças fundamentais no esquema do treinador.

- Eles (Danilo e Alex) provaram que podem atuar juntos e estão muito bem - ressaltou Tite.

A defesa alvinegra também viveu um período de instabilidade contra os sete adversários de agora. Foram 13 gols, o que, mais tarde, acabaria custando a vaga de titular ao ex-capitão Chicão. Com Paulo André e Leandro Castán, o setor evoluiu, sobretudo no jogo aéreo, e deixou de ser problema. O ataque também sofreu pela ausência de Liedson, operado no joelho esquerdo. Emerson, porém, cresceu de produção e conquistou seu espaço depois da grande exibição contra o Atlético-MG.

Somar oito pontos novamente deixaria o Corinthians em uma situação complicada no Brasileirão. O Timão chegaria a 63 pontos e só por um milagre seria campeão. Até mesmo a vaga na Taça Libertadores ficaria ameaçada. Em 2010, o Fluminense levantou a taça com 71, enquanto o Grêmio se classificou para a fase prévia do torneio sul-americano com 63. Nas contas da comissão técnica, o número mágico para conquistar a taça está entre 15 e 17 pontos.          

veja também